17.9.12

O Evangelho Segundo Jesus Cristo

O Evangelho Segundo Jesus Cristo
José Saramago
Romance
1991

Ora bem, toda a gente sabe que Saramago é (era) Ateu. Então porque raios foi ele escrever sobre Jesus Cristo? Terá sido para criticar a igreja, terá sido para ofender, terá sido para irritar, isso ninguém vai saber (excepto, talvez, a Pilar) O que interessa, o essencial a retirar daqui, é que foi um bom resultado.

Este livro é mais denso e menos humorado do que os outros que tenho lido dele. É mais difícil de seguir, requer mais concentração. E enrola muito, mas no final percebemos o porquê de tanta enrolação. Vemos a vida de Cristo em detalhe, mas antes de Deus se lhe ter anunciado e só um bocadinho depois de ele se tornar messias miraculoso. Isto leva a uma construção do "personagem" extremamente detalhada e justifica os seus actos e a sua aceitação para carregar a palavra de Deus.

Deus e Diabo são outros "personagens" muito interessantes. Em conversas de Jesus com eles, Saramago dá a entender que Deus não é nada boa pessoa (se é que deus é pessoa) e está a exigir os sacrifícios dos homens pelo seu próprio egoísmo. Por outro lado, o Diabo parece ser uma pessoa sensata e ponderada, que não deseja ver o sangue que Deus profetiza.

Como sempre, extremamente bem escrito, com momentos muito belos que jorram amor por todos os lados.

Se isto não é crítica aos Católicos, parece. Mas, seja-se Católico, Protestante, Helénico Neoclássico ou Neopagão vale sempre a pena ler este livro.

Sem comentários:

Enviar um comentário