25.4.12

Prétear

Prétear
Satou Junichi - Hal Film Maker
Anime - 13 Episódios
2001
6 em 7

Logo ao início eu pensei que isto fosse um shonjo dos 90s, mas pelos vistos não é, o que torna tudo um bocadinho mais estranho. Mas gostei e isso é que interessa, fez-me bem ver meninas fofinhas e gajos giros a lutar contra o mal para variar.

A história é formulaica, uma rapariga com problemas de adaptação que conhece um harem de gajos lindos e maravilhosos que lhe dizem que é uma menina mágica que tem de lutar contra o mal. Então ela luta contra o mal, fundindo-se com os gajos (e eu digo, eu cá não me importava nada de me fundir com estes) e todas as semanas tem um bicharoco nojento para matar. Depois há um bom que se torna mau porque está apaixonado pela rainha dos maus e depois há o drama inerente a esse facto e depois toda a gente se salva, incluindo os maus, e há um beijo e vivem todos felizes para sempre. Apesar da diferença de idades. Isto tudo para dizer que não, a história não é nada de especial. Existem alguns elementos originais na concepção do universo, um pouco pró-naturistas, mas é tudo muito simplificado.

A arte é antiquada, tal como os designs. Apesar de interessantes acabam por ser bastante convencionais. Os monstros são muito feios e as cenas não têm uma animação especialmente cuidada.

A música é típica e não trás nada de especial ou de novo.

É um anime típico, que segue bem a fórmula e serve bem como entretenimento descerebrado. E para ver os meninos, no shonjo eles são sempre mais giros.

Sem comentários:

Enviar um comentário