17.7.12

Itazura na Kiss

Itazura na Kiss
Yamasaki Osamu - Bandai Visual
Anime - 25 Episódios
2008
5 em 10

Não sei o que se passa com a minha sina, mas isto anda a ser uma injecção de fatia-de-vida que já me cansa um bocadinho. E, garanto-vos eu, eu vejo o anime da minha pasta de maneira aleatória, não escolho o que vou ver a seguir.

Bem, Itazura no Kiss (ou "o beijo badalhoco") é só mais uma história de amor. Simples, fofa, eficiente. Kotoko Aihara é uma pequena entidade cavalar que, sem razão aparente, se apaixona por mais elevada entidade, Naoki Irie. Este não lhe passa cartão, até que passados diversos anos e diversas investidas (fomentadas pelo facto de - POR PURA COINCIDÊNCIA - começarem a viver na mesma casa) finalmente há enrolação. Aliás, corrijo, beijam-se e (spoiler) casam-se.

E aí vem o bom deste anime! É que neste anime a vida continua para além da escola secundária. E continua para além do casamento. Vemos a sua passagem pela universidade, Kotoko (spoiler) torna-se enfermeira para seguir os passos do seu novo marido que se torna médico, vemos o amor a acontecer (felizmente de maneira pouco gráfica), vemos novos amigos cujas histórias de amor se vão desenvolvendo paralelamente, vemos uma (spoiler) criança a nascer. O que é bom. No entanto, apesar de terem tempo (sim, porque de repente, 4 ANOS DEPOIS! ou SEIS MESES DEPOIS?) os personagens em si continuam sempre iguais a si próprios. Irie(-kun) é um crápula abusador (e, realmente, o que se passa na cabeça destes Japoneses para resolverem todos os problemas conjugais à chapada?) e Kotoko é uma inútil que tem ciúmes até da sua própria filha. Enquanto isto é uma boa fuga para a comédia não funciona bem em termos qualitativos de caracterização.

Arte bastante má para uma coisa com tão poucos anos de idade, OP e ED apropriadas mas pouco salgadas.

Um bom entretenimento, mas não o recomendo nem para os maiores fãs de shoujo. Porque só me apetecia entrar ali e dar pontapés na boca a toda gente (menos aos cães)

Sem comentários:

Enviar um comentário