Categorias

Explore this Blog!

Em Português: Anime | Manga | Cosplay | Livros| Banda Desenhada | Filmes | Teatro | Eventos

In English: Cosplay Portfolio (Updating) | SALES

23.11.18

Lisboa Games Week 2018

Lisboa Games Week 2018
Evento

Se por momentos duvidei que pudesse ir a este evento, foi com muito gosto que consegui terminar o meu cosplay, inscrever-me para o concurso individual, ensaiar E AINDA ter folga nesse dia! Hoje vou falar-vos da minha experiência neste evento de videojogos e no respectivo concurso de cosplay :)

Como saberão, eu não sou a pessoa mais experiente em termos de jogos. Isto significa que, fora uma ou outra incursão no retrogaming (que na altura não era retro), sei muito pouca coisa. Mais uma vez, fui ao evento com esperança de experimentar a realidade virtual e, mais uma vez, não foi possível de todo.

Depois de obter a minha credencial, procurei por todo o lado o local onde fazer a confirmação da minha inscrição. Organizado em dois pavilhões da FIL, este ano a organização mudou o locao do palco, pelo que foi um pouco difícil de encontrar. Para além disso, a Cosplay Hour - organizadora do concurso de cosplay - estava num lugar nada adequado, muito longe do palco e misturados no meio da confusão. Esta empresa disponibilizava vestiários (que careciam de um espelho...), aluguer de cosplay e bolachinhas! Adorei as bolachinhas! Mas foi difícil de os encontrar e, mais difícil, reencontrar o local do palco.

Nos vestiários, conheci umas meninas muito simpáticas que me emprestaram linha e agulha (a minha armadura, que tinha estado a coser ao fato de manhã, descoseu-se do fato assim que a coloquei, lol) e que me apoiaram moralmente enquanto eu tentava calçar as minhas botas maléficas sem rebentar as costuras das minhas calças, demasiado apertadas nesta fase da minha vida em que enfardo comida em barda sem controlo. Fica a sugestão de, num próximo evento, disponibilizarem pelo menos um banco ou cadeira no vestiário e um espelho. Saí de lá sem ter a certeza se a peruca estava bem encaixada na moleira ou se, pelo contrário, tinha um aspecto ridículo, embora as meninas me tenham tranquilizado relativamente a isso. Noutra nota, fica também a sugestão de fazer o vestiário unissexo, pois assim dá mais espaço para todos.

Aproveitei para tirar algumas fotografias a pessoas bonitas que circulavam naquella área e de eu própria ser receptáculo do olho de fotógrafos, o que me causou grande agrado. Afinal, eu não estava exactamente confiante a usar o meu cosplay de guerreira dos yoyos à la anos 80, sobretudo devido ao facto de a minha camisa ser COR DE LARANJA e de as minhas calças serem AMARELAS, que são cores que - como todos sabemos - não ficam bem em nada, em ninguém nem uma com a outra.. Depois fomos todos juntos até ao palco, onde confirmámos os últimos detalhes e nos alinhámos por ordem de entrada.

Foi quando descobri que um terço dos concorrentes inscritos havia desaparecido misteriosamente pelas rachas da terra. Evidentemente que este belíssimo sistema de "quem concorre não paga" faz com que muitos chicos e chicas espertos e espertas se aproveitem para se inscrever, entrar sem pagar e depois fugir da organização aos risinhos, de forma a não participarem no concurso - que é um elemento de grande stress e ansiedade para todos nós.

Tanto stress e ansiedade que várias das pessoas à minha volta me descreviam o seu prjecto de skit e se afirmavam altamente nervosas e eu dizia "nã val a pen"e eu dizia "vai lá e faz" e lá foram e izeram e ganharam e venceram e eu fiquei toda contente! =D

Entretanto, eu mesma. O meu cosplay era da Mamiya, de Hokuto no Ken. Conforme bem citado pelo apresentador, isto é uma série de 83, altura em que quase ninguém do público era nascido (eu ouvi gritos a dizer que não, mas não inventem porque nem eu era nascida e eu sou de imensa antiguidade). Portanto, decidi pegar nos jogos dessa altura e fazer um skit animado e divertido de murros e pontapés ao som de 8 bits! Na verdade, eu só tinha tido tempo para ensaiar uma hora no dia anterior. Mas foi uma hora muito intensiva, em que perdi pelo menos uma grama de massa corporal, e acabou por correr tudo bem! Fiquei muito satisfeita, apesar de muito cansada, e fiquei contentíssima de as pessoas terem gostado e várias me dizerem que se riram e se divertiram! =D Mas, repare-se, fiquei mesmo muito cansada. Ia-me desfalecendo. Felizmente a organização providenciou-me um golo de água e um sofá, onde pude hiperventilar até recuperar a minha frequência cardíaca normal.

Em breve terei o skit na minha página de Facebook! Mantenham-se atentos a ela, pois irei transferir muito material de cosplay para lá, ok? :)

A imagem do sucesso =D
 
No final do concurso, antes da entrega dos prémios (parabéns a todos! <3 ), houve uma pequena surpresa. Duas moças vestidas com trajes de um certo videoclip das danças coreanas, foram fazer a referida dança coreana para o palco, convidando todos os cosplayers a fazer a dança corean. Como eu não sei do que se trata, dancei a macarena. :)
Depois fui dar uma volta pelo evento, falar com pessoas amigues e lindes. e ver se conseguia experimentar algum jogo. Queria experimentar o Kingdom Hearts (não consegui), o Spyro (não consegui) e qualquer coisa com realidade virtual (também não consegui). Sei que não o consegui por vergonha ou incompetência, mas a verdade é que não sei como ficar numa fila para jogos nem quanto tempo posso gastar a jogar. Ficará para a próxima em que, espero eu, irei acompanhada por alguém mais experiente nestas lides e conseguirei aguardar pacientemente a minha vez.

O espaço, no entanto, poderia estar melhor organizado. O facto de as estruturas não estarem todas viradas para o mesmo lado torna o percurso do evento muito confuso, sendo que várias vezes fui parar a becos sem saída que não tinham nada. As lojas, organizadas numa espécie de molho de bróculos, estavam tão juntas que era muito difícil transitar. Para além disso, não sei o que é esta coisa dos geeks com as mochilas, mas toda a gente tinha mochilas ao nível da minha cabeça/tronco/ombros/pernas, que me batiam com toda a força, com frequência. Isto poderia ser evitado se contassem com espaço para as mochilas, em vez de calcularem a área necessária baseando-se apenas em pessoas de pequenas dimensões. Os artistas, bons artistas, estavam remetidos num canto misterioso e difícil de encontrar. Comprei uma boneca para um bebé que conheço e ganhei ainda uma pokébola, que fez as alegrias da gata Joplin durante (mais ou menos) 4 minutos, altura em que desapareceu debaixo de um móvel para não mais ser encontrada. :)







Observando o público do evento, gostaria de comentar que vi vários pais (que não eram muito mais velhos que eu!!) com um ar de sacrifício imenso, cientes de que os seus filhos não queriam estar ali com eles e que não estavam à vontade. Gostaria de lhes deixar a dica: se jogarem também, vão ver que é giro! Aproveitem que estão com os putos para se divertirem todos juntos!
De resto, havia muito cosplay e bastante variado. Considerando que este ano havia pré-inscrições para as entradas gratuitas (que eram MUITAS), seria de esperar que o evento estivesse muito bem recheado, mas penso que os cosplayers se diluíam um pouco na multidão incessante de mochilas. Falando nisto das entradas grátis, considero uma parvoíce que os mascarados exijam a entrada sob o argumento de "damos alegria ao evento". Nem se notava que havia cosplayers, tantas eram as pessoas. Ainda assim, o meu olho clínico captou a imensa e intensa beleza e talento de alguns seres humanos, que passarei a mostrar:

Cosplayers Humanos de Grande Talento e Beleza!























E assim se passou mais um ano de Lisboa Games Week. Mais um ano em que não joguei nada. Mas mais um ano em que curti totais de fazer o meu cosplay e o meu skit! Já tinha saudades de coisas assim calmas e relaxantes, embora muito cansativas!

Espero ver-nos no ano que vem!

Uma careta de parveta para finalizar!
Obrigada! <3

Sem comentários:

Publicar um comentário