29.5.14

Uma Morte Súbita

Uma Morte Súbita
J.K. Rowling
2012
Romance

Tinha uma grande curiosidade em ler este livro, já que sou grande fã da saga Harry Potter (pelo menos enquanto tinha a mesma idade que o Harry nos livros). Assim, queria muito saber como seria um livro de J.K. Rowling para um público adulto. Como tinha o livro empatado nas últimas cem páginas e passei o dia de hoje todo em casa, pensei em fazer algo que já não fazia há muito tempo. Deitar no meu canto da cama, em cima da minha ovelha e encostada ao meu poring, braço apoiado no cão pudim e manatim MASAL a servir de encosto para os pés.... E ler! E agora já conhecem alguns habitantes da minha cama, que coisa tão privada, huhuhu (há mais ºvº)

Devido a uma morte súbita, um lugar no conselho da pequena cidade de Pagford fica livre. E pelo meio de muitas intrigas ficamos a conhecer cada um dos habitantes da cidade, como se nós próprios vivêssemos lá. A história liga muitas pessoas diferentes, apesar de não ser muito complexa. O que é certo é que está muito bem contada. Realmente senti-me como se estivesse em Pagford, acompanhando as pequenas vidas diárias e os dramas pessoais de cada um dos personagens como se fossem os meus.

A personagem que mais gostei foi Krystal. E devo confessar que chorei um bocadinho no fim. Também simpatizei muito com Sukhvinder e os que gostei menos foram Colin Wall e o filho (na minha edição traduzido como "Bola Wall", mas acho que não seria o mais correcto).

Achei que a autora captou muito bem as expressões locais, um interior perdido da Inglaterra. As descrições dos locais são muito exactas e cada uma das personagens foi construída com muito detalhe e muito carinho. Existem vários temas presentes e cada um deles ganha dimensão há medida que a história decorre, não se deixando ofuscar uns pelos outros.

No geral, um livro excelente. Não será uma obra prima da literatura, mas é muito envolvente e, sobretudo, muito divertido.

Sem comentários:

Enviar um comentário