30.10.12

Steins;Gate

Steins;Gate
Hamasaku Hiroshi - Frontier Works
Anime - 24 Episódios
2011
7 em 10

Essencialmente isto é um anime sobre umas pessoas que fazem um microondas que dá para mandar mensagens de telemóvel atrás no tempo.

E acontecem muitas coisas. A história é complexa, mas fácil de seguir pois anda sempre para a frente e acompanha sempre o mesmo personagem, Okabe. Para mim a história divide-se em duas partes: antes do pesadelo e depois do pesadelo. Antes do pesadelo começam a mandar mensagens para trás e a brincar com essas coisas todas e vai aparecendo um harém à volta de Okabe (Daru é elemento neutro). Durante o pesadelo prefiro não contar, porque foi muito horrível e assustador (foi meu, não foi da série, haha). Depois do pesadelo, o Okabe tenta resolver a merda que foi feita, que tem consequências algo drásticas. Não desgosto. Mas há pequenos elementos confusos, sobretudo no que respeita a Suzuha. Além disso, acho que a maioria das mortes poderiam ser prevenidas se chamassem uma ambulância ao local de imediato. E o chamado "scientifical reasoning" não tem reasoning nenhum. Sim, eu fui falar com aquele pessoal dos ecrãs pretos com números e barras, só para confirmar a minha desconfiança.

Em termos de personagens, o único que se aproveita é realmente o Okabe. Okarin, ou Okabe Rintarou, ou Hououwouwowin Kyouma, é um MADU SAIENTISTO, SO COOL!, SUNOVABITCH! E encarna isto na perfeição. Tem uma personalidade forte, talvez um pouco louca, mas no fundo só quer salvar aqueles que ama... E isso caracteriza também um pouco do seu egoísmo, aquele egoísmo que o faz obrigar miúdas a carregar computadores. Todos os outros são apenas unidimensionais.

Temos uns dois ou três momentos de animação brilhantes, mas de resto a arte não é o forte deste anime.

Quanto a música, gostei bastante de todas, tornam os momentos bastante belos ou mais intensos. OP interessante, não apreciei muito a ED. No geral, bem bom (mas não o suficiente para sacar).

Gostei bastante desta série. Pelo menos percebi as piadolas do Dr. Pepper! Finalmente!

Sem comentários:

Enviar um comentário