26.9.12

Jinrui wa Suitai Shimashita

Jinrui wa Suitai Shimashita
Kishi Seiji - Sotsu Agency
Anime - 12 Episódios
2012
6 em 10

"A Humanidade Declinou" (não as declinações do latim, claro). Sugeriram-me que visse este anime, não pensei vê-lo tão cedo mas assim foi. Ora bem, estamos num mundo meio pós-apocalíptico, mas cheio de plantas, em que por falta de recursos a humanidade tem vindo a decrescer drasticamente. E temos uma personagem "Eu", de airosos cabelos cor de rosa, que trabalha como funcionária de Auditorias em geral, para garantir a segurança dos produtos que recebemos e fazer investigações sobre a humanidade que possam revelar algo de interessante, sobre a alçada de "Avô", o seu avô. Ocorre que neste universo existem umas pequenas criaturas: Fadas. Que gostam de açúcar. Que não há. E assim se desenrola uma surreal comédia baseada em slice of life.

Infelizmente, fiquei desapontada. Os dois primeiros episódios foram geniais. Ri-me imenso, muito wadafak, muito divertido. Depois morre. Não havendo uma história de suporte, além das aventuras de "Eu", o anime parece que se esforça demasiado para ser bizarro. Falta-lhe aquela magia negra de Zetsubou Sensei ou Excel Saga. Falta-lhe naturalidade.

"Eu" tem algum desenvolvimento, por ordem não cronológica, mas no geral parece apenas aceitar a sua existência de uma forma perfeitamente zen. Isto é pontuado por um estranho comportamento cínico e calculista que, sendo potencialmente muito engraçado, corta com a caracterização da personagem.

A arte é um ponto interessantíssimo, sobretudo no que respeita aos fundos. Pintados em traços fortes, coloridos e muito brilhantes, trazem um ambiente de alegria a todo este universo, o que acaba por ser um pouco irónico. Dado que a humanidade está a morrer e tal.

Em termos de música nada de especial, OP e ED transmitem o mesmo sentimento alegre mas não são da minha preferência (vozes que parecem miados...)

Dizem que este anime trás grandes questões filosóficas sobre o sentido da humanidade, mas não captei isso. Resta analisar se foi por as questões serem demasiado subtis ou demasiado irrelevantes para mim.

1 comentário: