25.11.16

À Procura de Dory

À Procura de Dory
Andrew Stanton & Angus MacLane
Filme
2016
6 em 10

Esta é a sequela do belíssimo "À Procura de Nemo". Aqui, seguimos o peixinho azul, Dory, que se esquece de tudo porque tem um síndrome de memória curta. Esta peixita vai à procura da sua família, vivendo grandes aventuras no processo e descobrindo que a sua memória pode melhorar.

Não se pode dizer que esta sequela tenha o génio do original, mas ainda assim tem alguns pontos fortes em seu favor. Para começar, Dory tem uma excelente caracterização, que acaba por tornar todo o filme ligeiramente mais adulto, estranho e um pouco perturbador. É como se seguíssemos uma pessoa com alzheimer em busca de algo que não consegue recordar. Assim, viajamos "de trás para a frente" à medida que as memórias se começam a desenrolar. No entanto, apesar de para mim este seja o foco principal do filme, este elemento acaba por o tornar um pouco desadequado à realidade infantil do público a que se remete.

Temos outros personagens interessantes e muito engraçados, mas não têm muita caracterização, o que acaba por tornar o filme um pouco incompleto. Da mesma maneira, os personagens do filme anterior ficam um pouco para trás.

A animação está bastante bem feita, ou não fosse este um filme Pixar, mas a caracterização do ambiente é um pouco monótona pois, ao contrário do primeiro filme, não há uma distinção muito clara entre cada um dos tipos de ambiente, sendo que tudo é ligeiramente repetitivo.

Assim, temos um filme engraçado, cheio de momentos cativantes, mas que num todo acaba por não resultar como esperaríamos.

Noutra nota, há um erro crasso na narrativa: os peixes dory não se reproduzem em cativeiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário