Categorias

Explore this Blog!

Em Português: Anime | Manga | Cosplay | Livros| Banda Desenhada | Filmes | Teatro | Eventos

In English: Cosplay Portfolio (Updating) | SALES

19.6.20

A Magana da Minha Tia Adelina

A Magana da Minha Tia Adelina e Outras Histórias
Nilde Carvalho Alberto
2005
Contos
Já este outro livro independente foi uma boa surpresa.

Trata-se de um livro de contos que grassam quase todos sobre o mesmo tema, isto é, a separação entre o mundo urbano e o mundo rural. Os contos têm uma perspectiva bastante original e são muito divertidos, sendo que alguns deles me marcaram de certa forma (nomeadamente o da noiva e o do Zé das Cabras).

No entanto, a autora especifica várias vezes algumas opiniões bastante racistas, que me incomodaram um pouco. Não sabemos se estas opiniões são as da personagem ou as da própria autora, porque todas as personagens femininas parecem ser uma e a mesma pessoa: ela própria.

Ainda assim gostei bastante e foi uma leitura divertida!

Avenida de Roma, Duas da Tarde

Avenida de Roma, Duas da Tarde
Jaime Roriz
2005
Crónicas
Um livro de crónicas absolutamente horrível.

O autor fala da sua vida e das suas impressões sobre a cidade que o rodeia. Ficamos a saber que anda de mota e que por isso é um fixe, que tem dificuldade em manter uma relação e que tem opiniões muito precisas sobre o que as mulheres devem ser e vestir. Isto torna toda a leitura numa coisa muito frustrante, porque sinceramente quem é que quer saber da vida diária de uma pessoa que aparenta, de todos os modos, ser absolutamente insuportável?

Para além disso, o livro está muito mal escrito, com falhas irrecuperáveis na pontuação e narrativas por vezes muito confusas.

Para acrescentar a cereja no topo do bolo, temos um posfácio muito elogioso escrito, nada mais nada menos, pela própria irmã do autor.

Por isso, acho que vou deixar este livro na rua, para quem tiver o azar de o apanhar.

Cash

Cash
Johnny Cash with Patrick Carr
2003
Autobiografia

Este livro foi oferecido por um amigo. Não era para mim, mas fui eu a primeira a lê-lo.

Não conhecia nada sobre Johnny Cash sem ser o filme "Walk the Line", que vi no cinema na altura. Por isso, foi muito interessante conhecer profundamente este cantautor, Aprendi sobre a sua infância, sobre o seu problema com as anfetaminas e, sobretudo, sobre a forma como ele criou a sua música e se tornou uma estrela de sucesso, juntamente com a sua família.

Claro que me fez alguma impressão o elemento religioso patente durante toda a vida do cantor, que afirma várias vezes a sua cristandade e a forma como encontrou o seu deus ao longo dos tempos, nas mais inusitadas situações.

Gostei sobretudo das descrições dos seus momentos em que estava com drogas no corpo, que são bastante assustadoras.

Agora, o destinatário do livro tem de o ler!

O Elixir da Imortalidade

O Elixir da Importalidade
Gabi Gleichmann
2012
Romance


Este livro foi-me oferecido pelo meu pai, que estava convencido que se tratava de um manual de magia ou algo do género. Na verdade fiquei surpreendida, pois é um livro que trata da mitologia judaica, da cabala e dos significados do judaísmo para a sociedade ao longo dos tempos.

Conta a história longa da família Spinoza, desde os tempos de D. Afonso Henriques, passando por momentos tão flagrantes como a Revolução Francesa, o caso Dreyfus e o inevitável holocausto. Apesar de ser um tema que não me interessa especialmente (porque já li muitos livros sobre o assunto) a forma como está escrito é muito cativante, pleno de detalhes curiosos que, reais ou inventados, tornam a história absolutamente viciante e suculenta.

As minhas partes preferidas foram as relativas aos tempos medievais e barrocos, porque o autor se permite viajar em grande detalhe sobre a vida da época. No entanto, isto é um pau de dois bicos, porque por vezes distrai-se da narrativa principal para contar uma série de histórias nem sempre relevantes para a família em causa, perdendo o fio à meada e distraindo o leitor com detalhes menos importantes.

De todos os modos, é um grande épico literário que recomendo vivamente.

The Lost Ship in the Sky

The Lost Ship in the Sky
Yamamoto Yasuichiro - TMS Entertainment
Anime - Filme
2010
5 em 10

Mais um filme de Detective Conan e mais um filme que revela que esta série está para os policiais como os Teletubbies estão para o noticiário das oito.

Talvez este seja o filme mais violento da saga que vi até agora, com terroristas, drogas misteriosas, perseguições no topo de um zepelim, uma jóia raríssima, etc. Mas todos estes elementos se conjugam num grande vazio de ideias e num grande nada de conceitos.

A animação também não tem nada de extraordinário, com muitos momentos de acção que parecem ser desnecessários para a narrativa, assim como momentos de humor que aparentam não fazer parte do esquema do filme. Em termos de fluidez está tudo bem, mas as cenas são tão desproporcionais que não fazem sentido.

A música também não é um aspecto relevante.

Mais um Detective Conan e mais um facepalm.

Mulheres de Branco

Mulheres de Branco
Frank G. Slaughter
1974
Romance

Esta capa que parece vinda de um telefilme corresponde a um livro que é quase um telefilme. Fala dos dramas de um serviço de cardiologia de um hospital, com doentes famosos, doenças trágicas e muita paixão entre médicos e enfermeiras.

O livro é sobretudo interessante pelo conhecimento médico exposto, que me permitiu aprender algumas coisas. No entanto, todos os elementos de paixão, drama amoroso e tudo o mais, parecem não fazer parte da mesma história, sendo que os personagens não têm uma densidade suficiente para que sejam totalmente credíveis.

Para além disso, fez-me uma certa confusão que todas as doenças relatadas fossem casos de cardiologia. Como se não existissem outras especialidades médicas.

Ainda assim, é daqueles romances "facaealguidar" que me divertem imenso!

O Caso da Empregada em Apuros

O Caso da Empregada em Apuros
Erle Stanley Gardner
1966
Policial
Há algum tempo que não lia um policial da Colecção Vampiro e, por isso, este foi uma boa surpresa.

Uma empregada de mesa pede ajuda a um advogado para resolver um mistério relacionado com a sua tia. Entretanto, acontecem várias coisas e a história rodopia sobre si própria, a rapariga é acusada de roubo, há ainda mais voltas e no final acaba tudo em bem. A resolução do mistério é original, divertida e surpreendente.

No entanto, senti que o livro se perdia muito em vários elementos pouco importantes que desejavam adensar o mistério mas apenas se tornaram inúteis, sendo que várias das voltas dadas (nomeadamente a vigilância dos detectives) parecem não ter servido para a narrativa.

Acho que o mais engraçado deste livro é a forma como mostra as diferenças entre os anos 60 e a actualidade, como em tão pouco tempo tudo mudou no mundo e na maneira de as pessoas viverem em sociedade.