1.11.16

Nós, os Marcianos

Nós, os Marcianos
Isaac Asimov
1955
Contos

Antes de mais, um anúncio importantíssimo! Terminei a minha pilha TBR! A física, pelo menos. :p Portanto, regressei por enquanto ao meu Kobo, onde iniciei a leitura de um pouco de ficção científica. Este meu primeiro livro de Isaac Asimov fala de viagens espaciais e dá-nos uma perspectiva muito humana sobre o que poderá ser o nosso futuro.

São quatro histórias que falam sobre as vivências humanas no espaço e o nosso convívio eventual com formas de vida inteligentes alienígenas. Os contos estão plenos de uma ironia muito inocente e o desfecho de cada uma das histórias é surpreendente. No segundo conto, devo dizer, fartei-me de rir com a conclusão.

Tudo isto nos mostra que, num futuro distante, tudo será muito mais pacífico do que poderíamos pensar à primeira vista. Eu também partilho dessa teoria: se os aliens são suficientemente evoluídos para chegar aqui, porque nos haveriam de fazer mal? Não terão eles tanto medo de nós como nós deles?

Para mais, repare-se o ano de publicação desta colectânea. Os anos 50 já foram há muito tempo! Quão prodigiosa seria esta imaginação para perespectivar um futuro tão longínquo com tanto detalhe?

Mas repare-se: apesar de as histórias serem sobre aliens, foi uma pessoa a escrevê-las. Há sempre um viés algures aqui escondido. ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário