29.12.14

A Lancheira

A Lancheira
Ritesh Batra
2013
Filme
6 em 10
Sentia-me melhor. Spoiler: fiquei pior outra vez. De qualquer forma, pus-me a ver este filme com a minha avó, o que não foi uma boa ideia. É um filme indiano e a minha avó acha toda a gente feia e faz questão de o dizer frequentemente.

Ila é uma mulher que se sente sozinha e desprezada pelo marido. Esforça-se por o conquistar através da comida, enviando-lhe todos os dias uma lancheira cheia de comida de aspecto delicioso. Ora, estas lancheiras são enviadas através de um sistema muito complexo, em que não há lugar para erros (e não há mesmo erros!). Não há erros excepto neste caso, em que a dedicada lancheira de Ila vai parar às mãos de um contabilista solitário, a aproximar-se da reforma. Ora, ele - ao contrário do destinatário original - acha a comida deliciosa.

Ao dar-se co nta do erro, Ila envia um recado por baixo de uns pãezinhos achatados. E ele responde. A partir daí começa uma estranha correspondência, em que se trocam confidências e conselhos. E assim os personagens se desenvolvem, especialmente Saajan, que reganha uma alegria de viver e consegue até fazer novos amigos.

É uma narrativa muito delicada e melancólica, em que duas personagens formam uma amizade  ligada pela comida. Esta, tem todo o aspecto de ser motivadora de grandes amizades, diga-se de passagem. É um bom retrato da Índia moderna e de como podemos encontrar a calma nas coisas simples. Também avança por conceitos como o envelhecimento e a evolução de uma vida.

No geral, um filme agradável, que terminou de forma um pouco inusitada. Todos esperávamos aquele encontro.

Sem comentários:

Enviar um comentário