29.12.14

Música no Coração

Música no Coração
Robert Wise
1965
Filme
7 em 10

Sabiam que no Brasil este filme se chama "A Noviça Rebelde"? :3

Enfim. A minha irmã pôs aquela coisa da box da televisão a mexer e havia vários filmes para escolher. Como eu adoro este filme com toda a música do meu coração, pedi para o por a dar.

Maria é uma noviça num convento que não se consegue adaptar muito bem à vida nesse loca.ç A montanha chama-a frequentemente e a scolinas estão vivas com o som da música, então ela tem de ir para lá cantar. Tendo isso em conta, amadre-superiora manda-a para casa de um capitão da marinha para mudar de ares. Lá será perceptora de sete crianças horrorosas. OEnsina-as a cantar e a ganhar um novo amor pela vida e o resto já sabem.

No fundo, este filme é um musical sobre a vida em família e como a música pode fazer com que as pessoas se voltem a aproximar umas das outras e serem felizes. Gosto imenso de todas as músicas e toda a narrativa está cheia de pequenas graças que, inocentemente, me fazem rir com muito gosto ("os pobres não quiseram este vestido!")

Também é um exercício ligeiro sobre o terror da guerra que, na época, se aproximava de todas as famílias, prestes a roubar a alegria que tanto custou a ser conquistada à força de tantas canções. Talvez a sequência final, a da fuga, seja demasiado longa, pois repetem-se várias das músicas que já conhecíamos do resto do filme, mas mesmo assim a cena da recepção do telegrama é extremamente formte e queremos realmente que estas pessoas se consigam salvar. Conseguimos realmente criar uma onexão com elas, embora nem todas as crianças tenham sofrido o devido desenvolvimento (são crianças a mais)

Com um guarda roupa divertido e bem apropriado à época, talvez a maneira de actuar possa passar por desactualizada nos dias de hoje.

Enfim, é um filme de que gosto imenso e que nunca me canso de ver. Todos nós temos a nossa pizza de extra-queijo que comemos às escondidas dentro de um armário.

Sem comentários:

Enviar um comentário