3.12.14

Scrapped Princess

Scrapped Princess
Masui Shouichi - Bones
Anime - 24 Episódios
2003
6 em 10

Para variar um pouco, peguemos num anime de fantasia. Já há algum tempo que não via nada dentro do género.

Num mundo onde cavaleiros e feiticeiros são reais, nasce uma princesa que está amaldiçoada. Deverá destruir o mundo quando completar dezasseis anos. No entanto, sobreviveu a várias peripécias e neste momento continua em fuga, acompanhada pelos seus irmãos adoptivos. Ele, Shannon, dá-se muito bem com uma espada e com um certo espírito draconiano. Ela, Raquel, dá-se muito bem com os feitiços. Todos juntos, irão percorrer este caminho de forma a salvarem o mundo da maldição da Scrapped Princess. Se no processo conseguirem salvar Pacifica, a princesa, ainda melhor!

O universo fantástico está interessante ao início, apresentando-nos uma série de aventuras cavaleirescas com bastante magia à mistura que são bastante divertidas. No entanto, a partir do meio da série há uma certa alteração bastante estranha, em que aparece um ambiente de ficção científica ligado a uma igreja. Isto, para mim, não fez qualquer tipo de sentido e estragou bastante aquilo que poderia ter sido um universo fantástico muito bem feito.

As personagens têm interesse na sua relação uns com os outros. Pacifica, a Scrapped Princess, é caracterizada tanto como criança fanática por ovos, com um sentido de humor aliado à inocência na sua relação com o irmão Shannon, como uma pessoa sensível, o que dá azo a momentos altamente emocionais (nota especial para o momento em que ela está na prisão). Para além do trio principal, existem outros personagens, que não estão desenvolvidos ou explorados por aí além. Na verdade, a maioria deles são mecanismos narrativos sem nada que dizer sobre eles.

Em termos de animação, temos bons momentos quando as magias são aplicadas, mas as cenas de acção física não está muito capazes. Nos cenários vemos uma quebra no orçamento, já que estes não apresentam qualquer tipo de detalhe e as cores estão aplicadas de forma preguiçosa.

Musicalmente, temos temas apropriados ao ambiente, com destaque para a ED que é muito interessante e bonita.

Soube-me bem ver este anime, porque foi bom para variar do que tenho visto ultimamente (que tem sido mecha e mais mecha e será mecha e mais mecha)

Sem comentários:

Enviar um comentário