4.4.17

Brother

Brother
Takeshi Kitano
2000
Filme
6 em 10

Há muito tempo que não víamos um filme do Takeshi! Mas, para sermos honestos, este aqui é um pouco diferente dos outros que havia visto anteriormente. Porque, por trás de um vulgar filme de yakuza, está uma comédia muito improvável.

Takeshi é um membro da yakuza que, depois do se clã ser derrotado, decide fugir para Los Angeles, onde vive o seu irmão mais novo. Lá, faz amizade com uns dreads. Isto, já de si, é extremamente improvável. Mais improvável é o facto de, a partir dessa amizade, Yamamoto (Takeshi) formar um clã yakuza multiracial, todo baseado nas relações de dominância e submissão entre os"irmãos".

Trata-se de um filme muito violento, mas cujo sangue, tiros e espadas aparecem com um timing tão exacto que não podem deixar de fazer rir. Este não é um dos filmes emocionais do autor, pois até os momentos trágicos surgem de tal forma que a sua improbabilidade se torna cómica.

Talvez a parte mais intimista to filme sejam as imagens contemplativas sobre a cidade americana, uma espécie de olhar nipónico sobre Los Angeles.

Um filme que mostra a versatilidade do autor e que prova, mais uma vez, que ele não se leva especialmente a sério.

Sem comentários:

Enviar um comentário