2.4.17

From Up On Poppy Hill

From Up On Poppy Hill
Goro Miyazaki - Studio Ghibli
Anime - Filme
2011
6 em 10

No outro dia saquei para ver todos os filmes da Ghibli que me faltavam. Comecei por este, por escolha do Qui. No original, este filme tem um nome estranho (Coquelicot qualquer coisa). Foi realizado pelo filho do mestre Miyazaki a quem, infelizmente, ainda falta muita experiência.

Uma rapariga vive no topo de uma colina e todos os dias pendura bandeiras ao vento. Num barco, o seu colega da escola consegue vê-la. Como irá a relação dos dois evoluir a partir daqui?

Esta história tem dois eixos centrais: a história de amor e a história da revolução estudantil. A segunda serve muito para apoiar a primeira, mas penso que se tivesse sido explorada em mais detalhe este filme teria muito mais molho para saborear. A história da relação entre os dois miúdos é muito melodramática, como numa novela mexicana muito parva, sendo que a conclusão é tão óbvia como pateta. Quanto à revolução estudantil, existe aqui uma tentatia de relatar os factos ocorridos na realidade dos anos 60 Japoneses, mas a verdade é que o filme os mostra como uma espécie de brincadeira de crianças sem qualquer tipo de consequência, como se lutar pelos direitos de uma facção fosse uma espécie de comédia infantil.

Em termos de animação, temos cenários que fazem jus ao nome de Ghibli, mas estes são muito estáticos e parece que os personagens,. que recebem elementos animados, não interagem com o espaço que os rodeia. Em termos de fluidez, existem alguns aspectos que estão menos que perfeitos, o que num anime com este nível de produção acaba por se tornar muito pouco aceitável.

A parte melhor foi, sem dúvida, a banda sonora. Temos muitas músicas características da época em que o filme se passa, com alguns clássicos à mistura, e uma grande variedade que se conjuga muito bem com todos os momentos.

Mais um filme que nos deixa a conclusão de quem nem tudo da Ghibli é bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário