12.4.17

Ghost in the Shell - Agente do Futuro

Ghost in the Shell - Agente do Futuro
Rupert Sanders
2017
Filme
6 em 10

Depois do anúncio deste filme, houve um ataque colectivo de histeria dentro da comunidade. Ai que não vai ser filosófico, ai que vai ser como o Arise (nunca viram o Arise -_- ), ai que a Major é asiática, ai as minhas hemorróidas! Pois bem, a minha decisão foi, então, ir ver o filme como uma perfeita tabula rasa: só vi um teaser, não vi trailers, não vi reviews, não vi nada.

E até o achei bem interessante!

Temos de, primeiramente, ter em conta de que este filme não é um remake do filme de Mamoru Oshii. Trata-se de uma reinterpretação, com um toque muito americano, do que se passa no universo de Ghost in the Shell. Assim, temos alterações estruturais muito fortes, sobretudo no que respetia à concepção dos personagens. Tendo isto em conta, não é de todo um filme detestável-.é um bom filme de cyberpunk,. com lindos cenários, efeitos surpreendentes e muita acção.

A parte final foi um pouco estranha, com aquele momento de inimigo ultra poderoso e a revelação da história passada da Major. Fora isso, achei que estava tudo muito bem pensado e que, na realidade ocidental dos dias de hoje, toca em assuntos bastante pertinentes, como a busca pela identidade (humana e mesmo sexual) e as actividades revolucionárias, uma espécie de contra-o-sistema que tem uma aura sempre presente.

Portanto, parece-me uma excelente introdução do universo no mundo do cinema americano. Não tenta ser mais que isso e não é mais que isso. Puro entretenimento, que também faz falta.

Sem comentários:

Enviar um comentário