1.10.15

Claymore

Claymore
Maruyama Masao - Madhouse Studios
Anime - 26 Episódios
2007
8 em 10

Há algum tempo que não via um anime que me envolvesse tanto e do qual gostasse desta forma. Apesar de ser largamente criticado por "não seguir o manga", eu não leio o manga e portanto tal facto foi completamente irrelevante para mim. Claymore revelou-se, então, uma fantástica série de fantasia, com muito mais nela do que alguma vez poderia esperar.

Neste universo, existem umas criaturas maléficas, os "yoma", que se alimentam de seres humanos. Para os destruir, existe uma associação, um grupo de pessoas, que coordena guerreiras chamadas "Claymore". Estas, são especiais porque têm em si características yoma e, por isso, podem detectá-los e lutar contra eles com enormes espadas. É curioso observar e tentar perceber os meandros desta organização e a forma como está tudo coordenado na luta contra os demónios. No entanto, aparecem demónios cada vez mais fortes, num processo comum a todos os shounen (inimigos cada vez mais fortes e cada vez mais poderes) que fazem com que as personagens revelem a sua verdadeira natureza maléfica, correndo o risco de se converter nas criaturas que tanto odeiam.

Esta história, que é mais complexa do que aparenta, é suportada por um conjunto de excelentes personagens. Cada Claymore tem a sua motivação para odiar os yoma e para querer lutar contra eles, mas é quando tudo parece perdido que a sua natureza, que pode mesmo chegar a ser completamente insana, se revela. Os personagens perdem-se dentro das suas próprias mentes, o que é uma caracterização original e muito interessante. A sua história passada ajuda na resenha das suas personalidades, mas são as suas acções do presente que as tornam fortes, características e memoráveis. Todas elas são especiais, mas há uma que ganhou um lugarzinho no meu coração: Clare, a nossa personagem principal. É curioso porque ela é considerada a mais fraca, a mais inútil, mas apesar disso tem uma força mental e uma motivação tão grandes que acaba por ser ela a resolver as situações. Assim, é com grande orgulho que anuncio que ela foi adicionada à minha lista de cosplays futuros, no Cosplay Portfolio. :)

Com cenas de acção espectaculares, este anime prima por uma arte radicalmente forte, com traços carregados e cores escuras e quentes. Apesar de haver alguns momentos de animação menos bons, todo o design de cenários e personagens é muito agradável. Quanto à acção, essa sim, é única. Com cenas de luta muito bem coreografadas, todos estes momentos são muito intensos e deixam-nos na ponta da cadeira, esperando o que pode acontecer a seguir. De todos os modos, são lutas muito bem pensadas, não apenas uma guerra de força bruta mas um suceder de estratégias pensadas no momento que são surpreendentes e originais.

A banda sonora é, também, muito interessante, com peças orquestrais bastante melancólicas que se coadunam na perfeição com o ambiente. Nos momentos mais intensos, um bocadinho de densidade electrónica vem mesmo a calhar.

Um anime que, apesar de não contar a história toda, dá muito que pensar e nos deixa curiosos para saber tudo o que irá acontecer a seguir. No entanto, achei que terminou mesmo no lugar certo, de certa forma embrulha todos os elementos e aponta-nos para uma direcção em que podem acontecer muitas coisas, que poderemos imaginar (eu gosto de pensar num final feliz e, bem, não vou ler o manga). De todos os modos, recomendo vivamente, pois é um exemplo fantástico de um anime shounen de fantasia e coloca a fasquia bem alta dentro do género.


Sem comentários:

Enviar um comentário