12.10.15

O Alienista

O Alienista
Machado de Assis
1882
Novela
Tinha curiosidade em ler este livro curto, apenas 44 páginas, depois de ter lido a correspondente paródia. Devo dizer que esta história é ainda mais divertida!

Dr. Bacamarte é um médico de valor reconhecido que decide influenciar a vida de uma pequena vila perto do Rio de Janeiro ao construir um asilo para loucos, onde os poderá estudar e, eventualmente, tratar. Mas Bacamarte, o Alienista, é um pouco alienado também... E começa a prender toda a gente dentro da Casa Verde! Assim, processa-se uma revolução para o impedir... Mas ele tranca-os a todos como loucos também! Finalmente, decide que afinal os sãos de espírito é que estão malucos e prende-os a eles. Ao ver que não tem mais ninguém, que faz...? Prende-se a si próprio!

É com esta graça e uma ironia acutilante que Machado de Assis tece uma crítica social intransigente, disfarçada de comédia e de crónica da vida real. A forma como a história está escrita é muito típica da época, cheia de palavras complexas e gramaticalmente profundas, mas sente-se que o autor estava possuído por um sentido de humor quase paranóico quando escreveu estas palavras.

Lê-se num instante (no meu caso, na viagem de autocarro para ir almoçar com o meu pai e na volta respectiva) e deixa um sorriso para trás. Fonte de uma boa gargalhada de quando em quando, recomendo-o, sobretudo para quem quer conhecer mais sobre literatura clássica brasileira. Pois... Nem tudo é assim tão chatóide. ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário