27.10.15

Drácula

Drácula
Bram Stoker
1897
Romance

Tinha este livro no Kobo, mas a versão que arranjei não era legível (só números e símbolos). Assim, pedi-o emprestado no BookCrossing e fui logo atendida por querida pessoa. :)

Trata-se de um romance gótico bastante típico da sua época, o século XIX, relatando a história daqueles que destruíram o vampiro original, Conde Drácula. A história é contada sob a forma de diários de vários personagens, que se seguem uns aos outros de forma cronológica constituindo uma espécie de "ficheiro" informativo do que terá acontecido, realidade ou ficção.

O estilo é clássico e refinado, sendo que cada personagem tem a sua própria voz e a sua forma de escrever, de forma a que conseguimos distinguir cada parte facilmente. A narrativa em si é bastante linear, por vezes altamente descritiva, podendo cair no exagero sentimental.

Notemos que o autor terá feito uma prolongada pesquisa sobre o folclore de zonas circundantes da Transilvânia, onde estaria situado o castelo do monstro. Assim, apesar de se tratar de um mito, a personagem de Drácula aparece perfeitamente caracterizada, com contornos muito específicos e extremamente realistas, que trazem comoção em alguns momentos da leitura em que nos arriscamos a perder personagens queridos. Gostei muito de Drácula em si, pelas suas capacidades sobrenaturais e pelo seu fluente diálogo, que pode por vezes ser até mesmo assustador.

Apesar de a narrativa dar muitas voltas e haver muitos percalços para resolver a todo o momento, o que pode tornar o livro um pouco fastidioso, gostei imenso desta história! Agradeço imenso à emprestadora, porque valeu muito a pena lê-lo. :)


Sem comentários:

Enviar um comentário