20.12.16

Trainspotting

Trainspotting
Danny Boile
1996
Filme
7 em 10
 
 Prevendo que existirá uma sequela deste filme brevemente, faria todo o sentido que eu visse (pois, na minha ignorância, ainda não o havia feito). Revelou-se uma verdadeira viagem pelo pior dos piores, o mundo do consumo de drogas pesadas em Edimburgo. Mas, como dizem, eu não gosto das drogas mas as drogas gostam de mim... É um filme, apesar de terrível, absolutamente hilariante!

Este grupo de pessoas é viciado em cavalo, o que seria óptimo se a probabilidade de morte não fosse muito elevada. A forma como estas pessoas se tripam com tudo e fazem uma série de coisas aparentemente divertidas, quase torna o filme numa glorificação do consumo de heroína. Isto é: quase que parece uma óptima ideia consumi-la.

Mas, à medida que o filme progride, vamos vendo um pouco da decadência envolvida com todas estas aventuras e começamos a perceber que, afinal, estas coisas fascinantes são todas bastante horríveis. A alucinação do filme demonstra que tudo o que pode correr mal... Corre sempre mal!

Os diálogos são hilariantes, os actores fazem excelentes interpretações, mas o mais fascinante é toda a recriação do ambiente circundante. Também temos uma banda sonora que, feita de peças por todos conhecidas, trazem uma fortíssima carga irónica a cada cena, tornando tudo ainda mais engraçado.

Por agora, ansiosa por ver a sequela!

Sem comentários:

Enviar um comentário