7.2.16

Cosplay Photoshoot #13

Cosplay Photoshoot #13
Evento
Mais um ano, mais uma Photoshoot! Desta vez, não fiquei doente e, portanto, consegui aparecer para as actividades normais deste evento. Como sabem, trata-se do "meet" mais antigo do país e conta sempre com uma gigante foto de grupo, o ponto focal inicial. Falemos, então, deste dia!

O Qui tinha feito aniversário no dia anterior (digam parabéns para o Qui) e portanto estava instalada na Margem Sul. Fantasticamente, conseguimos acordar bem cedinho, pelo que foi só questão de vestir o meu fato e pegar no carro para ir para o Parque das Nações. Lá chegados, após café, aguardei que a casa de banho terminasse a sua manutenção para poder colocar a minha peruca e o meu encantador chapéu quentinho. Este tempo de espera foi pontuado por diversas senhoras muito revoltadas, pois - pelos vistos - todas as casas de banho do Vasco da Gama estavam em manutenção ao mesmo tempo. Mas lá nos deixaram entrar e acabei por encontrar algumas pessoas logo nessa situação tão inusitada.

Na rua, já grande multidão se ajuntava. E eu olhava para toda a gente e cada vez mais me sentia feliz dentro do meu fatóide: foi o fato mais quente que alguma vez concebi! A personagem era a Maetel, de Galaxy Express 999, apenas mais uma viajante do comboio do espaço. Poderão conhecer mais sobre este fato no meu post do blog sobre cosplay, mas também na minha novíssima página do Facebook, que está urgentemente necessitada de mais laikes para eu me sentir famosíssima. =D 

Fui tirando umas fotos por aqui e por ali. Não muitas. Não sei o que se passa com a minha pessoa ultimamente nos eventos, sinto-me tímida perante tanta gente que eu desconheço e acabo por ter vergonha de pedir fotos. O que nem sequer faz sentido, porque o pessoal vai lá precisamente para estes pedidos! De resto, eu devia estar com um trombil de meio metro porque devo ter assustado as pessoas e quase ninguém me pediu fotos a mim. Ou se calhar estava simplesmente horrorosa, o que também é uma possibilidade válida. Tenho pena, porque este fato só pode mesmo ser usado no pico do frio inverno, sob o risco de morrer assada se o usar sob outras condições climatéricas menos adversas.

Encontrei muitas pessoas conhecidas e amigas que, entre críticas tecidas à parte peluda da Maetel (não é o que pensaram, não), deram para um excelente cunbíbio e partilha de informações valiosas. Entre estas encontra-se um spoiler sobre o ECG, sobre o qual esperarei anúncio oficial antes de espalhar as brasas pelo planeta.

A fotografia de grupo foi conseguida imediatamente, por milagre de deus ou algo do género, pois estava toda a gente reunida e não houve grandes atrasos. Desta vez consegui uma posição privilegiada no topo, porque graças à minha mala consegui abrir espaço e ficar com um vazio à minha volta. Ou então cheiro mal, o que não é mentira. No entanto, deu-me a sensação de que este ano estava muito menos gente. Já houve anos em que se ocupou a escadaria toda...

Mas nem tudo são rosas nesta vida e, assim, terei de usar este espaço para relatar algumas críticas altamente destrutivas, horrendas, mal-dizentes e com cheiro a chulé. Primeiramente, este ano houve uma sensação generalizada (mais pessoas mo disseram) de que o Photoshoot foi organizado em cima da hora. O que deu este sentimento foi facto de o evento só ter sido anunciado com poucas semanas de antecedência em relação à data, o que gerou algum pânico perante a perspectiva de "se calhar este ano não vai haver". Mas tudo se conseguiu arranjar. Segundamente, não fiquei nada satisfeita com a ideia de cortarem com o concurso de fotografia este ano e, em vez disso, o substituírem por um vídeo. Também este sentimento me pareceu mais ou menos generalizado. Isto porque, segundo fui captando das conversas que tive, o conceito de "photoshoot" é precisamente a fotografia, sendo que com o vídeo se perde um pouco a ideia conceptual. No meu caso, até deu jeito porque o Zé Gato, o génio da fotografia, estava indisponível para ir à Photoshoot. Mesmo assim, a ideia do vídeo poderia ter sido um pouco mais bem estruturada. Foi divertido, mas tirou o foco da fotografia de grupo, pois estava muita gente à espera de ser chamada para que aparecessem. Para mais, desejavam que todos soubéssemos a coreografia, pelo que houve repetidos ensaios e grande perda de tempo. Pensava eu que num vídeo LipDub uma pessoa poderia fazer o que entendesse...? Mas eu também não sei, porque vi muito poucos.

Mas bem, foi o que eu fiz! Apesar de não apreciar a escolha da música (sou de opinião de que deveríamos ter escolhido uma música portuguesa), o Zé Gato mostrou-me o clip e convenceu-me a participar. Fiquei rendida à parte final, em que as pessoas dançam como eu sei dançar: que é a abanar os bracinhos para cima e para baixo e simulando ataques do plexo nervoso braquial. =D Idealmente, eu teria aprendido a coreografia, mas isso para mim não é de todo possível, porque eu não tenho sincronia móvel. No entanto, o LiveeviL teve a delicadeza, candura e disponibilidade mental para me deixar fazer a minha pequena dança em separado das outras pessoas. :) Obrigada amigo! Desculpa ter feito uma dança anormalética! É o que eu sei fazer.... D:

De resto, quanto ao vídeo, eu tinha um certo receio de que fosse um evento pouco inclusivo de todos os cosplayers (pois, ao contrário das fotografias que cada um tira, era necessário estar em sítios específicos a certas horas e falar com as pessoas certas), mas revelou-se precisamente o contrário. Os elementos que organizaram o vídeo estiveram sempre disponíveis para todos nós e acredito que tenham feito o máximo dentro das suas possibilidades para gravar material com toda a gente presente. Nesse aspecto, tenho evidentemente de parabenizar a organização, pois conseguiram renovar o evento de certa maneira. Ainda assim, espero que para o ano considerem o regresso do concurso de fotografia.

Depois desse curtíssimo momento de gravação, partimos de volta à Margem Sul. Ainda falei com muita gente que me perguntava pelo vodka (tinha ficado em casa) e para onde ia eu de viagem.... Afinal, tinha um malão enorme, emprestado pelo meu pai, que é o que este costuma levar para o Brasil. :p

Mas foi um momento muito agradável e uma óptima estreia no calendário de eventos! Estar presente neste evento, ou "meet", ou como queiram chamar, deixou-me muito motivada para o que vem aí este ano, com vontade de melhorar e com vontade de manter estes contactos.

Portanto, obrigada por tudo e espero que se tenham divertido!

Deixo-vos, então, a parte mais importante, que são....

 As Fotos












O Qui também gravou um pequeno vídeo, que eu vou por na minha página. É de pessoal a mexer-se (lá em cima poderá ver um preview da minha pequena dança)

E assim foi o dia! Muito bem passado, sem altos nem baixos e, no final, uma festa pequenina! :) Vemo-nos no próximo evento, ok? :) 

Sem comentários:

Enviar um comentário