24.3.17

Fences

Fences
Denzel Washington
2016
Filme
8 em 10

Inspirado numa peça de teatro de mesmo nome, este filme fala sobre a intimidade e relações de uma família negra na América dos anos 50. Um filme que se foca sobretudo no trabalho de personagem e na sua relação com o universo que o rodeia, tendo em conta a vida actual e eventos passados que serão explicados ao longo do filme.

O argumento tem um brilhantismo discreto, que talvez só possa ser conseguido num textyo dramatúrgico. Acompanhamos Troy e a sua família, crescendo, rompendo, desfazendo, acontecendo. E vemos muito de Troy pelo seu diálogo, elemento extremamente bem conseguido pois permite um desenvolvimento muito coerente deste personagem e lhe acrescenta um realismo absoluto. Claro que isto não seria possível sem um excelente trabalho pela parte de todos os actores, que acrescentam uma força humana plena de brutalidade na realidade mostrada pelo filme.

São poucos actores, cenários minimalistas, mas a edição e a filmagem tornam todos os espaços em algo muito maior, oferecendo perspectivas de uma dimensão que não só é cénica mas também pessoal, na medida em que o desenvolvimento da história nos mostra personagens cada vez mais fortes dentro da sua fraqueza: a construção de uma vedação que não é tanto real mas interiorizada, uma vedação que não separa o que está fora do que está dentro mas, precisamente, o oposto.

A banda sonora é, também, mínima, sendo utilizada de tal forma que adiciona muito às emoções transmitidas por estes actores.

Um filme de excelência.

Sem comentários:

Enviar um comentário