21.2.17

The Edge of Seventeen

The Edge of Seventeen
Kelly Fremon Craig
2016
Filme
6 em 10

O Qui tinha visto este filme na noite anterior, enquanto eu estava a dormir, e achou bem mostrar-mo enquanto estávamos a jantar. Fiquei logo colada e tive de o ver até ao fim! Desculpa Qui! <3

Um filme adolescente que fala sobre problemas adolescentes, com uma perspectiva moderna e bastante realista. Nadine sempre foi uma miúda um pouco deslocada, sempre ofuscada pelo permanente brilho do irmão, que tem sucesso em tudo. Mas tem uma amiga, Krista. Quando esta e o irmao começam anamorar, a vida de Nadine começa a andar sobre si própria e ela fica perdida sem saber o que fazer, contemplando a ideia de suicídio e procurando fazer novos amigos sem sucesso.

De certa forma, identifiquei-me bastante com Nadine. O seu diálogo está escrito de forma a transmitir uma completa inadaptação, isto é, uma incapacidade para escolher as palavras certas no momento certo. Ainda assim, o discurso é muito real e mostra-nos um pouco de como os adolescentes são nos dias de hoje: a vida contiua a ser igualmente difícil para todos, tal como o era no meu tempo. :p

Apreciei também a escolha de vestuário e guarda-roupa, mas relativamente a técnicas e cenários o filme pareceu-me muito simples.

Para além disso, achei desnecessário que acabasse tudo em bem, com toda a gente plenamente adaptada e feliz. Para um problema como o desta miúda, acho que tudo deveria ter sido um pouco mais complicad. Por outro lado, se assim fosse já não caberia numa longa-metragem.

De todos os modos, recomendo este filme para quem quiser ter um blast to the past com memórias dos nossos próprios acontecimentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário