7.1.16

Nasu: Andalusia no Natsu

Nasu: Andalusia no Natsu
Kousaka Kitarou - Madhouse Studios
Anime - Filme
2003
7 em 10

Este é o tipo de filme que serve vários propósitos diferentes. Um deles, é o teste de novas técnicas de animação. O outro, é a publicidade a vários elementos.

Trata-se de um relato de uma prova de ciclismo de renome internacional, a Vuelta, a Volta a Espanha. Um ciclista luta para se manter em primeiro lugar numa das etapas, que decorre na Andaluzia, e a sua família segue-o para o apoiar. Existem alguns pontos cruciais na relação familiar, mas que são pouco explorados: nomeadamente o facto de a noiva que acabou de se casar com o irmão do ciclista ter sido ex-namorada deste. Poderia ter havido um pouco mais de ênfase nesta relação e nas consequências que isso poderia ter para a performance do ciclista. De resto, o anime publicita a Volta a Espanha e as paisagens desta terra. No entanto, não o faz da melhor maneira: a Andaluzia está caracterizada como um deserto ardente e impossível de ultrapassar, como uma terra atrasada, retrógada, em que o facto mais curioso é a culinária de beringelas. 

Ainda assim, temos a visualização de belas paisagens, com cores muito vivas e uma paleta muito variada, apesar de bastante sóbria. O contraste entre os campos secos amarelos e o céu azul sem nuvens, o brilho do sol, tudo isto está muito bem conseguido. Também a animação é excelente e a principal razão para a minha classificação. Existe um misto de animação 2D com um digital 3D, mas que está muito bem integrado. Talvez a parte menos boa tenha sido o sprint final, em que há uma repetição exagerada de frames.

Musicalmente, temos uma ED muito divertida. Tenho pena que a versão que encontrei não lhe tenha dado legendas. De resto, toda a banda sonora ajuda a trazer emoção para esta corrida de bicicletas. Este é o outro elemento que o anime publicita: o facto de que andar de bicicleta é divertido e tem muito mais estratégia em equipa do que se poderia pensar à primeira vista.

Um filme que vale a pena ver pela sua animação primorosa.

Sem comentários:

Enviar um comentário