15.4.16

O Gato e o Rato

O Gato e o Rato
Günter Grass
1997
Romance
Não é meu costume ler livros do mesmo autor tão pegados, mas aconteceu. Recebi este livro por mero acaso na troca de prendas do nosso Jantar de Natal habitual, sendo que a pessoa que o escolheu (o Chico) me disse que queria muito que me calhasse a mim... Eu já o tinha lido há alguns anos, mas disse logo que o leria de novo!

Foi engraçado porque me lembrava perfeitamente dos primeiros capítulos, embora já não estivesse tão certa da minha memória a partir do segundo terço do livro.
 
Este é um livro sobre a adolescência no durante e pós-guerra, sendo o personagem focal um rapaz que - na sua estranheza - remete o narrador para um fascínio especial. É um rapaz feio e aparentemente sem qualidades mas que, perante os outros rapazes do grupo, exerce uma influência notável devido à sua capacidade de mergulhar junto de um navio afundado e trazer coisas ao de cima.
 
O livro acaba, então, através deste personagem, por caracterizar um pouco o que era a vida na Alemanha - para um grupo de jovens - nesta época. Pelas ambições, desejos e vontades deste rapaz, apesar dos seus estranhos hábitos, conseguimos perceber um pouco sobre todas as pessoas que coabitavam com ele e com o autor.
 
É um ambiente marcado pela guerra, mas não de uma forma altamente negativa ou trágica: a guerra é um elemento que está presente, mas que não influencia grande coisa na vida destas pessoas. O maior acontecimento que pode haver é haver um navio afundado que permite novas descobertas. E é curioso ver isto, já que os livros que tratam do tema normalmente referem sempre grandes fomes e mortes diversas.
 
Para mais, é uma excelente peça de literatura.
 
Como já o tenho, vou colocá-lo a circular. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário