29.4.16

Hail, Caesar!

Hail, Caesar!
Ethan & Joel Coen
2016
Filme
6 em 10

Finalmente este filme apareceu por aí numa qualidade aceitável, então aproveitámos a nossa viagem ao mundo do campo para o vermos. Foi assim a primeira noite. Infelizmente, houve um erro com as legendas e não tínhamos internet para tirar umas novas, portanto teve mesmo de ser visto sem elas. Eu tive alguma dificuldade, porque praticamente todos os personagens têm um cerradíssimo sotaque, o que para mim é um pouco complicado de compreender.

Adiante.

Este filme fala sobre a época dourada do cinema, mas de uma maneira que não a torna nada dourada. Vários personagens estão concretizando uma série de filmes, mas acabam todos por se encontrar em conclusão. E, no fundo, os nossos Irmãos Coen tecem aqui uma crítica cerrada aos acontecimentos cinematográficos dessa época, retratando tudo como ridículo, exagerado e estupidamente brilhante, em contraste com as pessoas envolvidas que são todas incapazes e, como dizia um crítico qualquer, "bovinas".

No entanto, este aspecto bovino dos personagens acaba por se desvanecer com o seu desenvolvimento que, sempre puxando o lado cómico de todas as coisas, se revela subtil e orquestrado de tal forma que as mudanças próprias dos personagens se diluem nas mudanças do cinema da época: através destes personagens podemos observar as alterações que se seguem na indústria, prevendo os dias de hoje.

De resto, talvez um dos filmes mais hilariantes destes autores!

Sem comentários:

Enviar um comentário