2.9.14

Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres

Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres
Clarice Lispector
1969
Romance

Tinha sobre Clarice Lispector a ideia preconcebida de que era uma americana feminista dos anos 80. Afinal não, é uma emigrada no Brasil que percorre muitos anos. Este extraordinário livro deixou-me muito curiosa em relação à sua obra completa, que desejo ler por inteiro. Foi o meu regresso ao Kobo (da classe dos Kobinhos), em que não pegava há bastante tempo por ter estado a ler muitos livros em papel.

Lóri, de verdadeiro nome Loreley, tem uma estranha relação com um homem chamado Ulisses. Através dessa relação, entre o amor e a amizade, ela realiza uma viagem de auto-descoberta, uma realização sobre o que é ser uma pessoa, um humano, uma mulher. E qual a posição da mulher dentro da sua própria identidade, enquanto amante de homens ou deuses.

A forma como o livro explora esta "aprendizagem" é como um sonho vívido. Existem muitas cores, sons e cheiros dentro deste texto, cada um representativo de um estado, de um momento do aprendizado. Há sobretudo o símbolo da água, seja no mar ou na chuva, que poderiam estar relacionados com a necessidade de amar. Também objectos como alimentos e frutas povoam todo este imaginário. Assim, é um livro com muita cor, mas de contornos pouco definidos: traz uma aura de estranheza e uma certa infelicidade.

O final é misterioso, deixando-nos à beira de um final feliz. Mas poderá ser feliz este final? Descobriram estes personagens a verdade? Ou irão cair na tristeza dos dias assim que se afastarem do "estado de graça"? Tenho de ler mais livros da autora para saber. Quem os tiver em e-book que os apresente na minha mesa, por favor.

Sem comentários:

Enviar um comentário