31.5.13

Mort

Mort (A Discworld Novel)
Terry Pratchet
1987
Fantasia
 
Depois de Pyramids, quis experimentar mais Discworld. Então escolhi Mort, um livro sobre o ajudante da Morte. Bem escolhido, gostei imenso! E agora vou começar a coleccionar os livros do Discworld. Infelizmente ocorreu um erro quando comprei este livro e ele veio em Espanhol em vez de vir em Inglês. Por isso acabei por ler o Mundodisco. Mas pareceu-me estar bem traduzido, pelo que não se perdeu muito e foi igualmente hilariante.
 
Mort é um jovem sonhador que tem mais joelhos do que é suposto (dizem). É contratado pela Morte como aprendiz e, por um erro causado pela sua bondade, acaba por alterar o curso da história e do destino. Enquanto isso, a Morte experimenta os prazeres da vida, em busca da razão que leva os seres humanos a serem felizes e a sentirem esses estranhos sentimentos que ele não compreende.

O Mundo do Disco está construído com um detalhe discreto mais imenso. O autor fala de lendas, de correntes filosóficas, dos hábitos dos vários países deste universo, sem nunca forçar o conteúdo e sem nunca dar um excesso de informação que aborreça o leitor. As coisas decorrem neste mundo de uma forma normal, mas para nós (que vivemos no planeta Terra) as coisas são ilógicas e engraçadas. Mas o mundo tem a sua própria lógica e rege-se pelas suas próprias regras, o que é um trabalho fascinante e resultado de uma imaginação prodigiosa.

No que respeita a este livro, houve duas coisas que me impressionaram. A primeira foi o ambiente que envolve a Morte. Como a tonalidade da situação muda completamente apenas com uma mudança no tipo de letra... Perfeito. A outra coisa foi a evolução das personagens. O crescimento de Mort até chegar à idade adulta é discreta mas acaba por culminar na sua libertação de funções de Morte. E à medida que o rapaz (Mort!) se envolve cada vez mais nessa tarefa que é matar pessoas, a Morte propriamente dita envolve-se cada vez mais nas tarefas humanas e acaba por ganhar um pouco de humanidade. Ambos os personagens ganham esta característica ao enfrentar situações que lhes eram desconhecidas, um movido pelo desespero de tentar solucionar o que fez mal (e que pode destruir a realidade) e o outro movido apenas pela curiosidade.

Entretanto, gags engraçadíssimos e comparações que não lembram ao diabo.

Recomendadíssima esta série de livros. O próximo que vou comprar será o Sourcery!

Sem comentários:

Enviar um comentário