9.5.13

Avatar

Destino do Universo - Avatar
Frederico Duarte
2007
Fantasia

Já vou no segundo saco dos livros que ganhei naquele concurso de quem escreve mais palavras produzido pela Nanothron. E o segundo saco também é de livros, todos eles, de terror e fantasia. E aqui está mais um.

Este é sobre uma miúda, que se chama Alexandra mas que toda a gente chama de Alexis (e não Xana, como seria de esperar). É transportada para um universo onde há montes de bichos esquisitos e magia. Descobre-se que ela é um Avatar, pessoa com toda a magia, e tem de lutar contra Adina, que é uma necromante que quer dominar o mundo.

O que me leva à primeira questão, que se estende a toda a obra de fantasia: porque é que quem quer dominar o mundo é sempre mau? Não sabem se Adina até é uma pessoa justa com boas políticas face à austeridade. Não a deixam! Se calhar da perspectiva dos que querem dominar o mundo, os que se estão a defender é que são os maus!

Adiante.

O livro resume-se a:

1. Alexandra chega a Nova
2. Alexandra tem de ir de ponto A para ponto B, sendo atacada todos os capítulos por uma diversidade de criaturas
3. Alexandra treina-se, sendo atacada todos os capítulos seguintes por aliados/amigos que a querem ajudar a treinar, sistematicamente, passando por todos os elementos (terra, ar, fogo e água)
4. Guerra
5. Fim, mas vai continuar (e eu tenho aqui o segundo volume)

Isto é, o livro é todo, todo ele, todo todinho... LUTAS!

E vou confessar uma coisa, que já me vem atormentando há algum tempo quer na literatura quer no anime... Eu estou-me borrifando para as lutas. A minha vontade é passá-las à frente. Eu quero é história. E este livro tem uma série de lutas mas não tem história nenhuma. O que me aborrece profundamente. Tempo que podia ter sido usado (e papel também) a contar uma história foi usado a descrever lutas e a roupa que Alexandra (nunca a chamarei de Alexis, considero uma alcunha parva) está a usar (e ela não tem gosto nenhum para se vestir e existem calças de ganga em Nova).

Mas enfim, o livro é composto de lutas. Não são assim tão interessantes. Também se fala muito das diversas criaturas que habitam esta dimensão paralela. A maioria são cópias directas de mitos e lendas, com a justificação de "ah, eles iam daqui para a Terra e da Terra para aqui". Peço desculpa, caro autor, mas isto parece-se mais com falta de imaginação do que outra coisa. E outra coisa que me fez confusão: esta gente está a lutar, mas tem tanto sentido de humor que estão sempre a mandar piadas uns aos outros durante as lutas. Mas estão doidos? Para se andarem a matar é preciso energia e andam a gastá-la a mandar piadolas? Lutem em silêncio, mas é, se querem conversar vão tomar um chá ou jogar xadrez ou fazer uma actividade civilizada qualquer.

Sorte que o livro diz que é Oferta, num carimbo. Não fosse alguém pensar que eu tinha gasto dinheiro nele.

P.S. Também tem aliens.

3 comentários:

  1. Como é que se chama o segundo volume? Eu li esse já à uns anitos e fiquei sempre à espera da continuação (mas nunca procurei por ela! xDDD).
    Na altura até gostei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chama-se *aherm* NECROMANCIA

      Se quiseres, quando o acabar dou-to :3 Se a pessoa a quem eu der o primeiro não o quiser ;)

      Eliminar
  2. Lool deixa estar xD
    Se algum dia passar por ele numa loja pode ser que o compre... Mas já nem me lembro do conceito geral da coisa. Quer dizer, ao ler isto relembrei-me de umas cenas, mas não o suficiente para ler a sequela. :P

    ResponderEliminar