4.11.15

Tentai Senshi Sunred

Tentai Senshi Sunred
Kishi Seiji - Flying Dog
Anime - 26 Episódios
2008
6 em 10

Não dava nada por este anime. Mesmo nada. Mas depois de o começar, foi um vício até o terminar! Finalmente um anime que me fez realmente rir às gargalhadas!

Numa cidadezinha Japonesa vive Sunred, um super-herói. Também vivem, por sinal, os monstros que são seus rivais, liderados pelo muito maléfico Vamp. Mas... E se os monstros não forem assim tão monstruosos? E o herói não tão heróico? E se forem todos... Pessoas normais?

É com esta ideia que o anime se torna numa sucessão de situações inusitadas da vida real, em que monstros e heróis se confundem e vivem as suas vidas, sempre tendo como ideal a destruição de uns e de outros mas acabando por estar tudo em paz. Mais importante que isso é a comida! Esta "normalidade" das situações torna-as extremamente cómicas, porque não é todos os dias que vemos um monstro verde a fazer uma endoscopia ou um herói desesperado por não conseguir lavar a loiça. Pelo meio temos uma grande partilha de receitas (Vamp adora cozinhar) e muitos momentos que vão para além do cómico.

Infelizmente, isto não é suportado por outros elementos. Por exemplo, os personagens estão muito simplificados dentro do seu estereótipo, acabando por ter uma caracterização "em branco" e nenhum tipo de crescimento associado (por mais cómico que pudesse ser). Também a arte é bastante fraca, embora o estilo simples acabe por funcionar bem dentro do contexto. Há um esforço por retratar a cidade, mas os cenários estão muito mal-feitos, isto é, tentam dar-lhes uma profundidade desnecessária quando poderiam ter feito bons desenhos de apenas alguns elementos.

Finalmente, a música. A OP e ED são simplesmente hilariantes, sobretudo a última: trata-se de um tango de uma receita para almôndegas de frango. No resto da banda sonora, não temos grande ênfase em momentos musicais, acabando todas as musicas por ser muito semelhantes entre si.

Pode ser um anime que, dentro da escala, não é muito bom. Mas que me fez rir que nem uma valente fe! E, portanto, não deixo de o recomendar. :>

Sem comentários:

Enviar um comentário