15.9.15

Read or Die

Read or Die
Masunari Koji - J.C. Staff
Anime - 26 Episódios + 3 Episódios
2003
6 em 10

Há algum (bastante) tempo atrás este anime foi apreciado no meu clube, mas eu não o vi na altura. Desde então que sempre tive uma certa curiosidade em vê-lo, sobretudo tendo em conta o título. Infelizmente, comecei por ver o OVA que, comparativamente à série, é bastante menos despretensioso e, por isso funiona melhor.

Este é um anime sobre algumas pessoas que têm o poder de controlar o papel, transformando-o em objectos laminados, projécteis e armas em geral. No OVA temos uma história muito simples, uma explicação do passado de duas personagens que depois virão a vir moderadamente importantes na série. Uma delas (The Paper) caiu-me logo no goto: gostei imenso dela e pensei logo em fazer cosplay. Mas depois de ver a série, em que ela não sofre mais nenhum tipo de desenvolvimento, perdi a ideia. Enfim, na série, uma sequela, temos três raparigas que tentam proteger uma autora de livros de uma estranha máfia livreira. A história desenvolve-se na exploração dessa entidade maléfica e explicações sobre o que fazem e porquê. É de certa forma interessante e original, mas acaba por se perder a paixão pelos livros que ligava todas as personagens: o facto do objecto em causa (o mote para toda esta aventura) ser um livro é puramente inconsequente.

As personagens, apesar de serem bastantes, também não sofrem grande caracterização. Com excepção de Anita, a mais irritante delas todas, as raparigas acabam por ser ignoradas em detrimento da primeira, que vive praticamente todas as aventuras sozinha. De resto, elas não sofrem desenvolvimento, sobretudo no respeitante à evolução do "não gostar de ler" para passar a gostar de ler (o que teria sido previsível e bem-vindo). De resto, as personagens passam grande parte do tempo a chorar e a gritar o que, apesar do poder vocal das actrizes, é bastante desconcertante e incomodativo. Também não se compreende o porquê de se passar muito tempo a relatar a vida diária numa escola, pois as relações com estas personagens também não têm qualquer relevância.

Sendo que no OVA a arte está bastante mais cuidada, não podemos dizer que o grafismo da série seja mau. Apesar dos designs muito simples e da falta da detalhe em geral, temos cenas de animação bastante satisfatórias, se bem que poderiam ser um pouco mais longas (considerando cenas de acção) para podermos observar melhor os movimentos, que até são interessantes. As cores são pouco variadas, mas no geral o aspecto funciona bem. Gostaria de ter visto um pouco mais de cuidado nas imagens de livros e papéis, que estão - essencialmente - em branco: isto não faz muito sentido pois todos os livros (excepto o famoso "Livro em Branco") têm letras.

Musicalmente, temos alguns momentos bastante intensos, com uma OP jazzística muito interessante. De resto, não há muita coisa que distinga esta banda sonora de um shounen comum.

Um anime que poderia ter sido excelente e entrar para o meu top de favoritos, se não tivesse cometido tantos erros. De resto, fica um piscar de olho para a ideia que, apesar de tudo, é bastante boa. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário