31.5.17

3-gatsu no Lion

3-gatsu no Lion
Shinbou Akiyuki - Shaft
Anime - 22 Episódios + 1 Special
2016
6 em 10

Este anime foi recomendado no meu clube e afirmado como uma das grandes revelações do ano que passou. No meu entendimento, este não passa de um anime que tenta ser muitas coisas ao mesmo tempo e acaba por não conseguir ser nenhuma delas.

Um jovem é altamente talentoso no jogo de tabuleiro shogi (semelhante ao nosso xadrez). No entanto, porque tem traumas na vida, não cuida de si próprio. Então, vai viver com três irmãs que o querem ensinar a ser uma pessoa melhor, apesar de também elas terem problemas na vida. Elas têm gatos que, diga-se de passagem, são claramente a parte mais deliciosa do anime.

Ora bem, tendo isto em conta esperamos um anime que se foque no desenvolvimento dos personagens através da relação entre eles e, também, através da prática do jogo em que estão. E o anime tenta realmente fazer isto, mas acaba por confundir os seus objectivos. Se existem episódios muito focados no jogo, existem outros em que isto é esquecido para que se fale um pouco da vida diária das três raparigas. Entretanto, o desenvolvimento de todos é muito previsível e, a cada revelação, só conseguimos pensar "então está bem".

O anime não tem foco suficiente no jogo para que o espectador o possa aprender, mas também não tem suficiente material emocional na construção da personagem para que esta seja realisticamente humana e altamente identificável com as nossas próprias questões.

A arte é um pouco estranha. Os designs estão actuais com as tendências dos últimos tempos, mas não sei exactamente se gosto destas pessoas coradas e sem nariz. Aliás, o facto de estar toda a gente sempre corada torna um pouco difícil de interpretar as suas expressões faciais. De resto, temos cenários completos, apesar de simples, com uma pintura de alta qualidade.

Musicalmente, temos temas indie-pop que me dizem muito pouco, mas poderão ser apreciados por outros.

Dizem que apenas 0,5% dos animes existentes são realmente bons. Este não é um deles,

Sem comentários:

Enviar um comentário