14.10.13

Iberanime OPO 2013

Iberanime OPO 2013
Evento
Apesar de ter ido a todos os Iberanimes de Lisboa, nunca tinha ido ao do Porto. A ideia inicial era ir ao WCS, mas fatosnãoprontosatemponemdeperto. Por isso, não ia, mais um ano. No entanto... Surgiu a oportunidade de participar num grupo para o concurso de grupos! Foi uma experiência interessante e a oportunidade de experimentar o maior evento do Porto!

Agora vamos dizer a verdade. Tal como em Lisboa, exactamente tal como em Lisboa, o "maior" não equivale ao "melhor". Mas vou contar a história desde o início para tudo fazer mais sentido.

Partimos de Lisboa, eu e a Hota, para chegar ao hostel escolhido desta vez e descobrirmos que eu, na minha elevadíssima capacidade de me falharem detalhes importantes, tinha marcado a reserva para a semana seguinte. Lá tinham uma cama para nós, mas a primeira noite teve de ser partilhada. No nosso quarto estava um senhor de mais idade que aparentava ser completamente louco, pois não nos deixou dormir praguejando "motherfuckers cocksuckers these fucking people motherfuckers", além de ventosidades orais e anais que expeliu durante toda a noite. Assim, sem uma pinga de sono em cima, me dirigi para o IA! Shuttle, que partiria do Estádio do Dragão até Gondomar.

Porque sim: o evento do Porto é em Gondomar. A razão não me transcende especialmente, suponho que seja para ter um espaço maior e mais barato. Mas não é nada inteligente ou útil para quem veio de transportes, como se veio a revelar no dia seguinte em que houve que transportar malas.

Pelo caminho apanhámos a Fuinha, a minha amiga cintilante que veio de São Paulo estudar para o Porto.

Lá chegadas, observação do espaço. Em tudo igual ao de Lisboa. As mesmas bancas com as mesmas lojas, a mesma coisa rodopiante do canal Panda, um espaço enorme da Nintendo com demonstrações de Pokémon. Os artistas, que são bons artistas, tinham um cantinho minúsculo. Mais interessantes eram as bancas de cultura Japonesa. O espaço estava mal sinalizado, mas tinha três palcos: o A - dos concursos importantes - o B - dos workshops - e o de karaoke - para o karalhoke. O som dos dois últimos misturava-se e confundia-se, ouvindo-se o sonoro tremendo e pavoroso do karalhoke por todo o lado. Acho que o espaço poderia ter sido melhor aproveitado, porque havia muitos lugares onde não estava ninguém versus muitos lugares onde não se podia dar um passo.

Como não havia nada de interessante para ver, excepto talvez o workshop de cosplay da Calssara que apanhámos a meio, decidimos procurar um restaurante e comer, para depois voltar e marcar lugar para ver o tão esperado WCS. Note-se que, pessoalmente, acho que os workshops oferecidos eram muito interessantes. No entanto o espaço não era adequado a um workshop ou uma palestra ou o que quer que fosse, porque estava sempre a passar gente e era muito ruidoso. Assim, acabei por não ver workshop nenhum, mas tive alguma pena. Sobretudo o das fanfictions, porque - enfim - gosto de escrever.

Uma omelete de queijo depois, após atribulado passeio por Gondomar, instalamo-nos na primeira fila do Palco A. Portanto, assistimos aos AMVs finais, ao concurso de Kamehamehas e Fusões e só depois ao WCS. Quanto aos AMVs, não posso dizer grande coisa porque não percebo nada das técnicas, apenas os sei apreciar visualmente. Dos que vi, gostei de todos, mas não gostei nada do que venceu (só passou um bocadinho). Mas bem, como não entendo é tudo uma questão de gostos pessoais. Nota para quem faz AMVs: os spoilers não são bacanudos. A Fuinha estava aterrorizada com o concurso de Kamehamehas. Pessoalmente, acho este o concurso mais inútil e menos original de sempre. Neste que vimos, havia um gajo que só sabia cair, uma titoa com a piada da batata e um puto fofo... E sim, é tudo igual. Ainda vou a um destes concursos recitar um motherfucking poema com tanto poder que nem sequer vai preciso gritar para matar o Cell.

Finalmente, o WCS. Tenho muita pena, mas mesmo muita pena, mas foi muito fraquinho. Talvez tivesse as expectativas demasiado altas. Mas creio que é mais fácil falar dos sukitos um a um. Fatos não é do meu entendimento, mas acho que estavam todos entre o muito bom e o bastante bom. Nas performances é que a coisa não estava assim tão equilibrada. Vamos vê-las, cortesia da Hota.

Skits World Cosplay Summit
(com alguns comentários de intenção construtiva)

Erro nojento da parte do evento ao cortarem as falas com a musiquinha. Ainda assim percebia-se bem o que se passava. O conceito está giro, gostei muito do pássaro, mas passaram demasiado tempo atrás do cenário.

Cenários interessantes, mas o resultado foi extremamente confuso

Sem dúvida o melhor skit, muito bem pensado e bem executado. Talvez outro tipo de sapato tivesse facilitado os movimentos. Achei excelente a ideia de ser uma das personagens a tapar as mudanças da outra. A luta talvez pudesse ter resultado um bocadinho melhor não fossem as limitações dos fatos. Parabéns! Vencedoras evidentes e unânimes!

Engraçado o gajo estar a beber de uma garrafa com o Mascarado, mas no final não se percebeu muito bem o que fez o poder da lua. Depois explicaram-me que era para o afastar, mas eu pensei que era para o curar da buba.

Engraçadinho, apesar de igual ao vídeo. Acho que teria contribuído muito para as vossas possibilidades um fato de mascote para o porco.

Terá sido a primeira vez que estas moças participaram num concurso para não terem gravado as vozes? Não se percebia se estavam a fazer o skit ou se estavam mesmo a discutir uma com a outra, não se percebeu mesmo nada. Fica a nota: para a próxima têm de gravar as vozes no audio, porque em eventos de anime os palcos não funcionam da mesma maneira.... Ainda assim foi expressivo, tanto que não se sabia se era real ou se era a fingir (a discussão)

Com este desapontamento nas costas, acabámos por deixar o evento passado pouco tempo. No hostel, jantei umas belíssimas pataniscas (mas tinha de se pagar para repetir!) e conhecemos um fã de anime que não sabia que existiam eventos. Além de uma brasileira da minha terra e de uma americana que desconhecia as teorias da conspiração sobre as guerras provocadas pelo seu país. Algures durante este convívio descobri que a minha cama tinha sido possuída por um gajo muito alto que não percebia inglês (mas coitadinho, até era simpático)

Entretanto tinha recebido mensagens múltiplas da encarregada do grupo de cosplay com que ia participar, informando que tinha de lá estar às 8:30 da manhã. Ora, como é que isto é possível se o primeiro Shuttle era às 9:30? Enfim, consegui chegar ainda antes delas, consegui entrar grátis (o que foi bom, porque no Sábado tinha entrado gratuitamente com um bilhete que tinha ganho num passatempo do Anime Portugal) e conseguimos ensaiar. Porque, REVELAÇÃO, elas são do Porto. Na manhã antes do concurso foi o único momento em que ensaiámos juntas. Enfim, foi complicado... Ao início éramos seis. Depois passámos a quatro. No final éramos só três. Isso não impediu que fôssemos paradas para fotos de três em três minutos (três sailors é uma sailor) e não nos impediu de ensaiar. Encontrámos um sítio discreto (era para ser na rua, mas a chuva não ajudou) e apesar de eu ter praticamente desistido de ensaiar nos últimos dias, conseguimos acertar a coreografia e ainda fazer algumas alterações no skit, dado o facto de três dos elementos terem desaparecido de repente. Agora, outra REVELAÇÃO: eu não sei dançar. É facto consumado. Eu sou uma taralhoca, troco-me toda por todos os lados. Mas consegui, e estou mesmo orgulhosa de mim própria, enganar-me apenas duas vezes no momento chave, que foi o do concurso! Peço desculpa às minhas queridas parceiras por me ter enganado, mas fiquei mesmo feliz por ter conseguido acertar no resto. Assim que os encontrar online, farei um comentário de intenção construtiva para todos os skits.

Eu não vi nenhum skit, nem no backstage nem fora dele. Aliás, tive de pedir para sermos as primeiras no concurso, pois tinha de me ir embora para poder chegar cedo a casa e dormir bem. Hoje foi o meu primeiro dia de trabalho!

OHMEUDEUS! ACABO DE RECEBER A NOTÍCIA DE QUE FICÁMOS EM SEGUNDO LUGAR! ESTOU CHOCADA! ESTOU FELIZ! OHCÉUS!

Enfim, tudo isto significa, agora ainda mais, que gostei mais de Domingo do que de Sábado. Passámos um bom tempo no convívio, apesar da chuva, ainda fui às compras com a Fuinha em cosplay (o que resultou numa boa foto com uma papaia), comi muito mal (800 kilocalorias de bolachas de arroz e chocolate) mas fiquei bem no final, ainda consegui comprar umas coisinhas e cheguei a casa para dormir que nem um pedregulho cheio de musgo. No Sábado também houve um momento muito engraçado, que foi conhecer o André Tornado, autor de várias fanfictions e conhecido da Fuinha. Foi muito simpático e fiquei de lhe enviar as minhas histórias para ter um comentário de alguém que sabe escrever. Só li uma fanfiction dele (que gostei mas houve um detalhe que não gostei), mas trouxe uma data delas mais um original com dedicatória para experimentar mais.

Falando em compras, o meu loot deste evento foi: um gancho de origami em forma de borboleta, lindíssimo (e mais uma caixinha também muito bonita), um phone-strap com um carvãozinho da Ghibli (que tem ar de ser frágil, acho que não vai durar muito tempo no meu telemóvel) e um desenho do Light Bicha de Death Note:



E agora, o momento pelo qual todos esperavam... Fotos!

(Algumas) Fotos de Ambos os Dias








Em resumo: o maior nem sempre é o melhor. Nem por isso deixa de ser engraçado. Vi muitas pessoas de quem gosto e conheci pessoas novas também. Foi divertido aprender a dançar e talvez isto me inspire para me exercitar mais, haha. Não sei se voltarei ao Iberanime a menos que haja uma boa razão (como participar num concurso, s

Sem comentários:

Enviar um comentário