10.5.13

O Hóspede de Job

O Hóspede de Job
José Cardoso Pires
1963
Romance

Quando vi este livro preparado para viajar, pensei que não o queria. Pensando duas vezes, e vendo que ninguém se candidatava a lê-lo, achei que era melhor ler algo deste autor, do qual já tinha ouvido falar. E na realidade tanto ouvi falar que já tinha lido dele "A Balada da Praia dos Cães" (até tem uma história gira que me aconteceu com ele, se quiserem ouvir)

Este livro não conta exactamente uma história. É mais um retrato de uma situação. Uma situação cruel, de um calor insuportável, relacionada com soldados e com a pobreza. Pois bem, eu não me relaciono muito bem com isto, pois nasci numa outra época em que - havendo crise económica - não tenho a guerra ao pé de mim (e ainda bem). O livro faz um retrato excelente, muito doloroso mas muito preciso, mas confesso que não identifico a situação. Nem consigo identificar a era em que este livro é passado, se bem que suponho que seja algures entre os anos 40 e 60.

O autor faz uso de muitas palavras especificamente portuguesas, palavras intraduzíveis e típicas da região em que o livro toma forma. Assim, é uma leitura um pouco densa ao início, pois há palavras que eu já tinha lido mas que nunca ouvi ninguém a dizer. Problema meu, que sou uma pessoa de medula urbana.

De uma forma ou de outra, considero um livro excelente e em tudo superior ao que me recordo da "Balada da Praia dos Cães" (que também é um livro muito diferente) Não irei activamente procurar mais deste autor para ler, mas se voltar a aparecer irei dar-lhe outra olhadela, pois é um escritor valoroso.

Sem comentários:

Enviar um comentário