13.7.12

NieA_7

NieA_7 (NieA Under 7)
Yoshitoshi Abe - Shaft
Anime - 13 Episódios
2000
4 em 10

Ah, vê NieA que é do Yoshitoshi Abe! Ah, vê NieA que o gajo fez Lain e Haibane Renmei! E não me recordei que detestei Lain e não achei Haibane nada de especial. NieA é um pedaço fecal.

Comecemos pela arte. Já sabem que no me gusta. Mas mesmo no me gustando sou capaz de fazer uma apreciação coerente da qualidade. Em NieA esta é nenhuma. Os bonecos estão praticamente desenhados em blocos. Então quando estão longe são apenas umas peças às cores. São muito pouco detalhados, tanto em design como em movimentos, e as suas acções são desenhadas à pressa, com recurso a umas linhas nojentas que abanam para trás e para diante. Os fundos são igualmente mal feitos, assim como maquinaria e outros objectos. Está tudo muito mal desenhado, como se tivessem que despachar a série toda em três dias de trabalho e, para ser mais rápido, tivessem pegado nos lápis com o punho cerrado.

Depois passamos para a história. 13 episódios de anime e não compreendi sobre o que era. Temos uma bacana que vive com um alien (de que irei falar de seguida) e vivem as duas esfomeadas. Ela trabalha, o alien não. E é isto? Acho eu? Devo ser muito estúpida, realmente. Ou então é o anime que não tem conteúdo. Dos dois males... Enfim, seguimos as aventurrraaas e desventurrrraaaaas deste peeeeersonaaaagens encaaaantadores! Que é basicamente a gaja a trabalhar e o alien a comer coisas e a dizer que tem fome. Questões que se colocam e que não foram respondidas: de onde vem o estúpido do alien? Porque é que não há dinheiro? Porque é que há racismo contra aliens? Qual é a crise que o mundo está a enfrentar? Eu creio que o anime queria ser um manifesto político-social, mas foi feito de maneira tão incompetente que foi impossível tirar essas conclusões daí.

Agora, personagens. Se há protótipo de personagem que eu detesto e abomino é o da "moça estúpida que está sempre com fome, mas é muito simpática apesar de só fazer merda". NieA é isto e nada mais. Nada Mais. A outra moçoila, a humana que vive com esta criatura aberrante, é outro protótipo. O da "jovem trabalhadora que não consegue admitir a mudança na sua vida e que, por isso, reclama, berra, dá chapadas e cai de bicicleta" Um pouco menos detestável, mas ainda assim muito pouco complexo. Há um certo crescimento ("ah, eu não gosto da NieA mas afinal até tenho saudadinhas") mas algo muito pouco cheiroso.

Em termos de música, estamos reduzidos a efeitos. Efeitos que me causam horror, pois são coisas cartoonísticas, turururururus, coisinhas a cair e outras idiotias do género. Vence a música da OP que é original e muito interessante.

Lain e Haibane podem não ser nada de especial mas são interessantes. NieA nem isso. Dou-lhe um 4 porque sei que muita boa gente acha graça a este tipo de comédia fácil. Li algures que há quem ache isto um retrato belo e sensível, mas eu não vi beleza, sensibilidade ou sequer do que é que é o retrato. Como sempre, culpa mea.

Sem comentários:

Enviar um comentário