21.10.14

A Fúria dos Reis

As Crónicas de Gelo e Fogo - A Fúria dos Reis
George R. R. Martin
1999
Romance Fantástico
 
Parecia que há muito tempo não lia nada, correcto? Aqui está a verdade: andava prisioneira desta aventura de cavaleiros e eteceteras que, no topo das suas oitocentas páginas, nunca mais acabava! Deveras, foi um sofrimento sofrido para ultrapassar este livro!
 
Depois da excitação toda que o primeiro volume me causou. foi com grande ansiedade que segui para o segundo. E foi dos maiores desapontamentos que já vivi na minha vida literária. Bem, também não foram assim tantos...

Este segundo volume segue a história do anteriorl, mas inserindo mais personagens, mais guerras e mais detalhes. O grande problema é que estes detalhes são, no fundo, um chorrilho de banalidades e inutilidades, que em nada acrescentam à história ou à construção do universo fantástico. Porque realmente, não é relevante saber quantos caracóis tinha o cabelo da rainha coiso e tal, nem quantas gárgulas tinha o torreão do castelo. O livro é rico em descrições, mas são descrições inúteis.

Também as descrições das lutas, batalhas e outras coisas de acção aparecem constantemente e não servem para. Para. PARA. NADA! Houve um capítulo em que o famigerado do autor passou cerca de 30 páginas a dizer nomes de navios! Por favor! Por amor de deus!

No fundo, pouco ou nada a história avançou. Bem dizia uma conhecida minha que séries de livros tão longas não podem, não têm a capacidade de ser boas. Pensei que fosse diferente, enfim... Morreram umas quantas pessoas, outras ficaram sem nariz, mas no final está tudo na mesma como a lesma.

Agora vem aí um grande intervalo para outras leituras. Talvez se me esquecer mais ou menos o que se passou a leitura dos outros volumes seja mais refrescante.

Sem comentários:

Enviar um comentário