24.9.12

Supernatural The Animation

Supernatural The Animation
Miya Shigeyuki e Ichizuka Atsuko - Madhouse Studios
Anime - 22 Episódios
2011
7 em 10

Já toda a gente deve ter ouvido falar da série Supernatural, certo? Eu já tinha visto uns anúncios na televisão (com gajos não giros) e visto montanhas de fanart incestuosa, mas não fazia ideia do que é que era isto. Só me propus a ver porque Nosso Senhor Que Está Lá em Okinawa (Gackt para os amigos) faz a voz de um personagem.  Mas valeu a pena!

Tive de sacar isto duas vezes porque a primeira vinha só com audio em Inglês. A segunda veio com legendas para surdos, que são profundamente bizarras.

A série é episódica e segue a vida de dois irmãos, Dean e Sam, que são caçadores de monstros, espíritos e outras criaturas paranormais em geral. Existe um fio condutor e um boss final, que é nem mais nem menos do que o diabo. Desta forma o desenvolvimento baseia-se nos personagens. Eles estão muito bem definidos, numa dualidade de divertido-tímido / impulsivo-pensativo / físico-mental. Fazem um duo dinâmico interessante e ao longo da série, sobretudo no final, é demonstrado o amor fraterno. Infelizmente, talvez devido à natureza episódica da série (ou quiçá a factores inerentes da série original) não existe um desenvolvimento para o futuro. Existe um desenvolvimento do passado para o presente, num rodopio de traumas, poderes estranhos e situações adversas mas de resto são personagens que - sendo divertidos - são estáticos. Fica o bónus da demonstração do amor, que é quase novidade no mundo do anime na intensidade em que nos foi apresentada.

A arte é um ponto a reparar. Baseada em traços fortes e realistas com elevado jogo de sombras, é muito eficiente na transmissão de expressões faciais e corporais. As cenas de luta e confronto físico estão bem estruturadas, sem bem que - devido às tais sombras - podem ser um pouco confusas.

Sonoramente, gostei muito. A interpretação do actor de Dean é absolutamente deliciosa e extremamente completa, com um largo leque de emoções e até mesmo música. Evidentemente que o Gackt também esteve muito bem. <3 Não temos OP, mas a ED adiciona ambiente à série, situando-a nos Estados Unidos (apesar da dobragem japonesa)

Uma série muito interessante, até para quem não viu o original.

Sem comentários:

Enviar um comentário