31.7.16

Um Peixe Chamado Wanda

Um Peixe Chamado Wanda
Charles Crichton
1988
Filme
7 em 10

De regresso a casa, vamos ver um filme. Debati muito com o Qui que filme haveríamos de ver e lembrei-me que tinhamos este para ver há que séculos. Então lá foi ele. :)

Escrito e interpretado por alguns Monty Python, este filme é uma viagem por um universo cómico, cheio de detalhes sem sentido, mas que dentro do conjunto acabam por fazer uma película deliciosa. 

Um grupo de ladrões assalta um banco para roubar valiosas jóias. Mas entre eles, em quem se pode confiar? Cada um por si e todos apaixonados por uma única figura: Wanda. Esta, é uma personagem que interpreta uma série de pessoas diferentes, conforme a sua conveniência. A narrativa é rápida, sendo que as pistas para o mistério estão sempre a mudar de sítio e necessitamos de muita atenção para conseguir perceber em que ponto estamos. Tudo isto numa sucessão de situações inusitadas que são tão bizarras como lógicas e nos levam ao riso fácil, mas inteligente.

Este filme não seria possível sem um conjunto de interpretações brilhantes, com destaque para Jamie Lee Curtis, que faz um papel muito difícil em que a personagem se está sempre a transformar de forma a nunca sabermos quem ela é realmente.

À medida que a narrativa vai evoluindo, assistimos também a um crescimento constante dos personagens, que se vão libertando das suas vidas habituais perante uma causa maior, seja ela o dinheiro ou o amor. Também é uma crítica brutal a todo o sistema social inglês, perante a liberdade americana (que, apesar de tudo, não é assim tão boa como se poderia pensar). Há uma desconstrução de estereótipos de forma a conseguirmos compreender cada vez mais sobre estas pessoas, tornando-as indivíduos complexos e cheios de personalidade.

Um filme de que gostei muito!

Sem comentários:

Enviar um comentário