12.8.15

What we do in the shadows

What we do in the Shadows
Jemaine Clement e Taika Waititi
2014
Filme
7 em 10
 
E, depois de uma comédia, que tal... Outra comédia?
 
Este é um filme de vampiros feito para gozar com filmes de vampiros. E de adolescentes. E filmes, em geral. Pois bem, um grupo de vampiros centenários vive há algum tempo isolado na Nova Zelândia, numa cidade insuspeita. São colegas de apartamento e, por isso, têm todos os problemas que um grupo de "jovens" tem quando partilha um apartamento. Quem lava os pratos? Quem sujou o sofá? Mas, sobretudo, têm um problema grave em adaptar-se à vida actual. Cada vez mais têm dificuldade em encontrar vítimas para se alimentarem e as dificuldades de comunicação entre eles e com as pessoas que os rodeiam são cada vez maiores.
 
O filme está feito como se se tratasse de um documentário, gravando opiniões dos seus intervenientes e aproximando-se do assunto com uma aura bastante improvisada, fomentada também pelo próprio improviso dos actores. O resultado é simplesmente hilariante. Com uma narrativa solta, seguimos pequenos momentos da vida destes vampiros, que só querem viver sossegados e divertir-se tocando música (muito mal) ou mesmo fazendo performances de danças eróticas uns para os outros.
 
Nada disto seria possível sem um talento fabuloso da parte dos actores, que encarnam as suas personagens de forma ligeira mas, mesmo assim, muito pura. Estão de tal forma integrados, e bem caracterizados, que todos os momentos da vida diária destes vampiros se tornam muito reais e dão mesmo vontade de nos tornarmos num deles, apenas para nos podermos divertir assim para o resto das nossas (não) vidas.
 
Gostei especialmente da caracterização, aparentemente aleatória, dos espaços e das roupas, que dão todo um ar de absurdo extremamente realista dentro do contexto.
 
Cheio de momentos de comédia memoráveis, este é um filme para ver e rever mais tarde, com amigos ou com os nossos avós.

Sem comentários:

Enviar um comentário