3.7.11

Forrest Gump

Forrest Gump
Robert Zemeckis
Filme
1994
10 em 10

 Já não via este filme há algum tempo e já não me lembrava como gosto dele. Ainda me lembro que a primeira vez que o vi tive de o deixar a meio, estava de férias com o meu pai e era altura de ir embora. Anteontem fui vê-lo mais uma vez, e ainda bem. Tudo neste filme está próximo do perfeito.

 Forrest Gump é o nosso personagem principal. Não é muito inteligente, mas é boa pessoa. E é um dos personagens melhor escritos de sempre. Está muito bem caracterizado, na sua simplicidade e inocência, e vai evoluído calmamente mas de forma sólida ao longo do filme, por acaso ou por sorte mas ainda assim por si mesmo. Os outros personagens estão igualmente bem caracterizados. Cada um, por menor que seja o seu papel, tem uma história para contar, nem que seja sobre camarões.

 O argumento, para mim, é fora do comum. Acompanha de forma cândida a evolução do nosso personagem, é feito em função dele. A participação de Forrest Gump em tantos eventos importantes aparece naturalmente. Não se poderia esperar outra coisa. Por isso não nos parece improvável nem há maneira de argumentar contra todas as coisas ilógicas em que Forrest se mete.

 Música bonita, excelente fotografia sempre que necessário.

 E das partes melhores... Os actores. Tom Hanks pode ser um irritantezinho, mas é magnânime neste filme. Gary Sinise também está excelente. São personagens muito fortes e complexas, interpretá-las e fazê-las ganhar vida desta forma deve ter sido uma aventura. Eu também gostava de ser assim.

 Em resumo, um dos meus filmes preferidos (por isso não confiem no 10 em 10, é capaz de estar um bocado enviesado). A minha parte preferida continua a ser o discurso contra a guerra do Vietname. Para mim, só isso vale-me o filme todo.

Sem comentários:

Enviar um comentário