3.7.11

History's Strongest Disciple Kenichi

History's Strongest Disciple Kenichi
Kamegaki Hajime
Anime - 50 episódios
2006
4 em 10

 A primeira questão que se coloca aqui é: porque é que eu fui ver isto? Foi alguém que me recomendou. Eu fazia a habilidade de ver tudo o que me recomendavam. A partir de Kenichi isso nunca mais vai acontecer.

 Vamos ser directos: este anime é mau. Muito mau. Não faz sequer uma tentativa. Então porque é que as pessoas gostam tanto dele? Porque tem lutas e mamas a saltitar. Mas só pode ser mesmo só por isso, não há mais nenhuma razão.

 A animação mete nojo. Deve ter sido feita por Coreanos esfomeados a quem deram Happy Meals como pagamento. Chega a ser deprimente. Um anime baseado em lutas deveria ter, pelo menos, lutas como deve ser. Cada imagem parada, cada still é um momento de sofrimento. Demasiados erros, tudo demasiado barato e mal feito. Tanto que até me surpreende isto ser de 2006, parece mais 1996.

 A história nem existe. Um rapazito com pouco talento para fazer amigos, o Kenichi, encontra uma gaja boa que sabe dar uns roundkicks. Ele acaba por ir viver com ela e com a sua família de loucos para aprender a dar uns roundkicks também. E é só isto. Não há inimigos cada vez mais fortes, aliás, os inimigos são todos aleatórios e estupidamente convenientes. A família "de loucos" afinal não é assim tão louca. Temos cada estereótipo bem definido, mas desagradável porque são tão mal feitos. Parecem cortados da caixa do Chocapic. Os inimigos que depois se tornam amigos a mesma coisa. Maldição, todos os personagens a mesma coisa! Deviam ter muitas caixas de Chocapic, para poderem recortar tantas figuras.

 O som mete horror, efeitos sonoros decadentes saídos do pior do Tom&Jerry, música deprimente.

 A única coisa que o safa foi o sorriso que eu lhe lancei no episódio 23. Para uma comédia fez-me sorrir uma vez, não está mal...



Sem comentários:

Enviar um comentário