12.3.13

Ikoku Meiro no Croisée

Ikoku Meiro no Croisée
Yasuda Kenji - Satelight
Anime - 12 Episópdios + 1 Special
2011
7 em 10

Desde que se foi lá a primeira vez que existe um fascínio mutuo entre o Japão e a Europa. Sobretudo entre o Japão e a França. Até hoje, como se pode ver pela secção de manga da Fnac, pelas lojas de roupa lolita em Paris e pelo tamanho da Japan Expo (onde irei um dia, quiçá). Ora bem, este anime fala precisamente sobre o choque entre as duas culturas.

Yune é uma japonaise pequenina que vai viver para França, criada de uma loja de ferragens numa galeria comercial. O anime é episódico e fatia-de-vida, falando sobre os pequenos momentos da sua vida em França e as diferenças entre hábitos. Rapidamente faz uma amiga, uma weeaboo do século XIX, e convence o seu patrão, Claude, do seu valor como criada e como pessoa.

É um anime muito agradável na arte, com belíssimos retratos da arquitectura parisiense e excelente caracterização da época. Excesso de gatos, como é habitual no anime, mas nada de irrealista. As cores são suaves, com um resultado muito bonito. Adicione-se a isto uma música muito leve e ambiental num estilo europeu clássico e o que temos no final é um universo muito bem explorado e suave.

Os personagens têm muitos dramas na vida deles, sobretudo no seu passado. Isto é um grande exagero e tira lugar a sentimentos presentes mais importantes, nomeadamente as saudades de Yune. Houvessem menos flashbacks e a série teria sido muito melhor.

No geral, é um bom fatia-de-vida, bastante original. Lembra-me Aria, por vezes.

Em relação ao Special, fiz um comentário específico para ele que traduzirei aqui de seguida:

Enquanto que o episódio 4.5 é muito belo por causa da sua componete musical, não foi impressionante no geral. A história deste episódio baseia-se demasiado  numa coincidência e não explora muito bem o facto de Yune estar a lidar com um país e cultura diferentes. Fala sobre as suas saudades, mas apenas toca a pele do assunto.

Sem comentários:

Enviar um comentário