15.2.13

Ascensão de Arcana

Trilogia Nocturnus - Ascensão de Arcana
Rafael Loureiro
2007
Fantasia
 
Gostei tanto do primeiro volume que fui logo ler o segundo! Mas deste não gostei tanto?

Bem, em Ascensão de Arcana, Janus - o vampiro medieval - cria um novo país: Arcana. Só que está com problemas, pois é vítima de um ataque terrorista (com bombas!). Estes vampiros modernos têm agora que apagar as provas da sua existência, metendo-se numa série de aventuras de resgate de cadáveres vampíricos. Mais uma vez, as aventuras pecam pela simplicidade da resolução, mas são interessantes e as descrições são vívidas.

Temos um conjunto de novas personagens, das quais só memorizei Terum, o vampiro doido. Porquê? Porque o gajo se alucina com um pinguim chamado Fresquinho e eu achei isso genial e hilariante. De todas as coisas com que um vampiro pode alucinar... Um pinguim? Brilhante! Achei as suas definições pouco claras e são tantos que é fácil de os confundir uns com os outros. Também a entrada de caçadores de recompensas foi um pouco desnecessária e tornou o seguimento da narrativa pouco límpido.

Ainda assim, é uma boa continuação. Poderia ter sido mais emocionante se fosse narrada no passado e não no presente, mas desta forma temos um grande nível de suspense. Não sabemos se Daimon, o personagem principal, vai sobreviver ou não. Será que no terceiro tomo ele morre? Terei de o comprar, mas não existe edição de autor para o terceiro volume e o da editorial presença é um bocadinho caro para mim neste momento...

Enfim, enviei-o de prenda. E nota para o meu Daimon DelMoona que esteve a ler um bocado do livro e não desgostou. Estarei a fomentar hábitos de leitura? Weee!

Sem comentários:

Enviar um comentário