25.3.16

Luzes do Norte

Luzes do Norte
Nora Roberts
2004
Romance

Recebi este livro no BookCrossing, mas já não me lembro a razão pela qual me inscrevi. Nunca tinha lido nada desta autora e, sinceramente, não esperava muito. Este livro deu-me ainda menos do que estava à espera.

Este romance faz uma tentativa de caracterizar uma pequena comunidade no Alasca pelos olhos de uma pessoa que veio de fora (de Baltimore): o novo comandante da polícia. Lá, ele apaixona-se rapidamente. Depois, aparece um homem morto há uma catrefada de anos numa montanha e depois há um suicídio encenado, que ele acha por bem investigar. E, assim, em vez de um retrato da vila e das pessoas que lá vivem, começamos com uma misturada policial que não nos leva a lado nenhum: só na última página tudo é revelado (com uma grande cena de acção).

O livro tem demasiados personagens, que acabam por não ter uma caracterização forte. Aquilo que eles fazem diz "são pessoas fortes e adaptadas", mas parece aparecer tudo como um motivo para ter algumas cenas de acção sem qualquer tipo de sentido e contexto. Por exemplo, uma gaja em cuecas a matar um urso com uma shotgun.

Para além disso, o livro peca pelos diálogos. Existem imensos diálogos. Poucas descrições, mas diálogos... Ena pa, tanta coisa que estas pessoas dizem. Mas... Falam todos de uma maneira perfeitamente artificial. Todos os diálogos têm "piada". "Olhe o seu marido tem a cabeça desfeita com um tiro. LOL" Mais ou menos assim. Isto acaba por se tornar exasperante. Assim como as cenas de sexo, em que todos os orgasmos são comparados a vulcões em erupção.

Falava há pouco nas descrições... Temos analogias tão brilhantes como "calças de camurça cor de bosta". De resto, não consegui captar nem um pouco da beleza do local, embora o livro me tenha remetido para um sítio com muita neve (apesar de ter um frio bastante suportável).

Enfim, é uma novela simples, básica, preparadíssima para ser um filme. Não faz o gosto aqui da je.

Sem comentários:

Enviar um comentário